Novos hábitos pós-pandemia: quais serão as mudanças no setor do turismo com o Covid-19

A pandemia vivida por todo o mundo nesse ano está transformando tudo, inclusive as formas de trabalho e as ferramentas utilizadas pelas empresas.

A transformação digital invadiu a vida de todo mundo à força nesses últimos meses. A Pandemia e a necessidade de trabalhar remotamente fez com que as pessoas modificassem suas rotinas e atitudes. Muitos que antes tinham medo ou preconceito com tecnologia, tiveram que se abrir para novas alternativas, principalmente para manter a comunicação interpessoal com colegas de trabalho ou familiares e amigos.


Avós aprenderam a fazer chamadas de vídeo, professores infantis aprenderam a fazer aulas online, empresas aprenderam a fazer reuniões online e fazer o follow up de tarefas digitalmente. Uma adaptação que talvez demoraria anos aconteceu em poucos meses. Isso fez com que empresas de tecnologia como o Zoom (Software de Videoconferência), o próprio Google e até mesmo lojas online tivessem aumentos consideráveis nas vendas e expandissem imensamente a sua quantidade de usuários. A empresa de investimentos XP colocou 100% da sua força de trabalho em trabalho remoto. Os resultados foram tão positivos que a empresa estuda a ideia de manter essa prática para o futuro.


Além disso, as pessoas se acostumaram a fazer compras online. Quem antes tinha medo de colocar o cartão de crédito na internet, agora se rendeu a essa funcionalidade para evitar sair de casa. Alguns dos setores que tiveram maior alta nas vendas durante os meses de abril e maio, segundo a Confie&Compre, foram a área da Saúde, com alta de 131% no faturamento, beleza e perfumaria com 74% de crescimento, principalmente pela facilidade de compra online e entrega gratuita que muitas farmácias ofereceram e houve até mesmo um incremento nas vendas de instrumentos musicais, aumentando mais de 56%.


O setor de turismo, que foi altamente atingido pela crise do Coronavírus, teve que fazer algumas adaptações também. No entanto, não houve tanta sorte como o varejo ou comunicações, afinal, não é possível se hospedar virtualmente, comer virtualmente em um restaurante e muito menos viajar (no sentido tradicional) pelo computador.


À espera de uma retomada, muitas agências e operadoras apostaram na qualificação de seus funcionários durante a quarentena. A oferta de cursos online e lives para o setor aumentaram incrivelmente. Outras, apostaram na melhoria de processos internos e redução de custos. E a maioria, rendeu-se a transformação digital nesse momento e está se preparando para estar pronto quando tudo voltar, procurando alternativas digitais para se conectar com clientes, melhorar atendimento, e reduzir custos.


Com essa retomada, a expectativa é que os passageiros estejam mais familiarizados com o uso da tecnologia em viagens e mais receptivos a esse tipo de aproximação. Além disso, medidas de higiene serão necessárias para diminuir o contato físico entre as pessoas e por muito tempo haverá restrições que impedirão que tudo seja como era antes.


Nesse contexto, surgiu a startup chamada Itineo, desenvolvedora de um software que permite trocas de documentação e vouchers entre agentes de viagem e viajantes. A plataforma permite que o agente gerencie a viagem do cliente e envie tudo de forma digital e o cliente tenha acesso direto pelo aplicativo, day by day.


A diretora geral da Startup, Erica Klain, diz que a ideia do aplicativo surgiu para facilitar o dia a dia do agente de viagens e ainda melhorar a experiência do viajante, que poderá ter todos os documentos em um único local, acessar tudo isso sem internet e ainda ter um controle financeiro da viagem. Para o agente, o software oferece outras funcionalidades como a conferência de grafia e a criação de alertas personalizados. Poderia até mesmo economizar um funcionário dentro da empresa, além de tornar a comunicação com o cliente 100% digital, evitando gastos com material impresso e o mais importante, mantendo isolamento social e distanciamento físico.


Mesmo com inúmeros revezes, o isolamento social provocado pela Pandemia de Coronavírus trouxe transformações duradouras para a sociedade. E para empresas, talvez esse seja o momento de pensar: adapte-se ou morra.


https://itineo.app/

21 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest