Câmara julga contas da Prefeitura de 2013

Os vereadores vão julgar as contas do primeiro ano de Fruet



Em sessão remota nesta segunda-feira, a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) vota projeto de resolução da Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização, favorável com ressalvas às contas do Executivo referentes ao exercício financeiro de 2013, o primeiro da gestão Gustavo Fruet. Na proposição, o colegiado ratifica parecer prévio do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR).


No documento, o conselheiro Fernando Guimarães aponta que, apresentados diversos argumentos e documentos, a Coordenadoria de Gestão Municipal (CGM) “apurou a existência de déficit orçamentário de fontes financeiras não vinculadas no percentual de 2,66% das receitas, no valor nominal de R$ 47.448.643,83”. “No entanto, conforme alegou o Ministério Público de Contas, este Tribunal de Contas possui entendimento consolidado de que os déficits financeiros abaixo de 5% da receita do ente podem ser considerados ressalvados”, acrescenta.

Últimas Notícias