Manifestantes contra a morte de George Floyd cercam a Casa Branca

Policial foi flagrado com o joelho sobre o pescoço do ex-segurança negro



Cidades dos Estados Unidos registraram nesta sexta-feira (29) mais uma jornada de protestos em resposta à morte de George Floyd, o ex-segurança que morreu após um policial branco o asfixiar enquanto já estava sob custódia em Minneapolis. Houve tumulto e confronto com a polícia em diversas partes do país, e, na capital Washington, a Casa Branca foi momentaneamente trancada.


Nesta tarde, o policial filmado com o joelho sobre o pescoço de Floyd foi detido e formalmente acusado de homicídio. Outros três policiais estão sob investigação.


A morte de Floyd, ocorrida na segunda-feira, reacendeu a discussão sobre violência policial e racismo e gerou manifestações nos EUA ao longo da semana, mesmo com as recomendações de distanciamento social por causa da pandemia do novo coronavírus.


Na capital Washington, centenas de pessoas caminharam rumo à Casa Branca, sede do governo dos EUA e residência do presidente Donald Trump. Por isso, o local precisou ser trancado pelo serviço secreto por "precaução", mas as restrições foram retiradas momentos depois.


Um grupo também tentou chegar ao Trump Hotel, empreendimento do magnata republicano na capital.


A cidade registrou tumulto entre manifestantes e policiais. Forças de segurança responderam com spray de pimenta durante os confrontos.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

23 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale