banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Live discute capacidade do Brasil se defender ciberneticamente

Debate online reunirá especialistas de vários setores



Há algum tempo o Brasil, através de suas empresas e governo, tem buscado soluções para se proteger de ataques cibernéticos, a cada dia mais frequentes.


Diversos investimentos foram realizados nos últimos anos, especialmente por instituições financeiras e órgãos federais, como o Ministério da Justiça, o Exército e em grandes eventos como o Rio+20 (Conferência Mundial de Meio Ambiente, ocorrida em 2012) e os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.


Infelizmente, muitas soluções aplicadas no país não falam a “língua do brasileiro”, e não ponderamos só o idioma, mas a realidade nacional de golpes arquitetados por brasileiros, com suas especificidades, os atores envolvidos e os alvos.


Para comentar este cenário e discutir mecanismos de incentivo ao desenvolvimento de soluções nacionais para a segurança cibernética, acontece na próxima segunda-feira (18), às 16h, um debate virtual reunindo importantes nomes de diversos segmentos da sociedade. A live reunirá o general Guido Amin, comandante de Defesa Cibernética (Ministério da Defesa); o professor César Marcondes, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA); o especialista em cibersegurança e CEO da Apura S/A, Sandro Süffert; o senador Esperidião Amin (PP-SC); e o consultor legislativo do Senado e diretor do Instituto de Estudos Jurídicos Aplicados (Ieja), Tarcísio Dal Maso.


De acordo com Sandro Suffert, é fundamental a busca conjunta de soluções de cibersegurança focadas na realidade brasileira. “Nos últimos anos, as empresas brasileiras têm evoluído em maturidade, em segurança cibernética. Há um esforço entre empresas, governos e academia nesse sentido. Por isso, é importante que debatamos modelos e soluções que tenham o foco na realidade nacional”, sublinha o especialista, que possui 20 anos de experiência na área e já ministrou cursos e palestras em eventos internacionais em Cingapura, Estados Unidos, Romênia, Escócia, entre outros países, sobre segurança cibernética.


A live é gratuita e poderá ser acompanhada por link a ser compartilhado nas redes sociais do Ieja (@ieja.instituto).

25 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest