Vigilante que matou em mercado responderá por homicídio culposo

Sandra foi atingida durante a briga entre o cliente e o segurança



O vigilante do Supermercado Condor, em Araucária, que acertou o tiro na funcionária da loja, Sandra Maria Aparecida Ribeiro, de 45 anos, vai responder por homicídio culposo – sem intenção de matar. Willian Soares, de 20 anos, foi preso em flagrante após a o incidente na tarde desta segunda-feira e segue na Delegacia de Araucária. O cliente também está preso e responderá por, pelo menos, quatro crimes.


A empresa onde o vigilante atua possui documento regular de funcionamento, entretanto, o delegado alertou sobre o uso de armas de fogo. “Vamos oficiar para saber se essa empresa tem autorização para manter seus funcionários armados, em princípio, está tudo certo, mas precisamos ouvir a Polícia Federal sobre a arma”, detalhou.


Ferido de raspão no braço, o cliente foi encaminhado ao hospital e logo depois à delegacia do município. O delegado enumerou as infrações e crimes que ele poderá responder. “Ele será autuado por duas lesões corporais, contra o vigilante e a fiscal de loja, um dano qualificado, por ter destruído uma televisão, pela infração de normas do poder público e colocando em risco a saúde das pessoas”, disse.

28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest