ACP pede apoio legal à Câmara para mudança de horário

O comércio precisa de legislação para adequar o horário



O presidente da Associação Comercial do Paraná, Camilo Turmina, encaminhou uma carta ao presidente da Câmara Municipal de Curitiba, vereador Sabino Picolo, pedindo apoio do Poder Legislativo municipal em relação ao funcionamento do transporte público e do horário do comércio durante a vigência da pandemia do Covid-19 (coronavírus).


Com a reabertura do comércio desde o último dia 17 de abril, a ACP vem orientando seus associados para que respeitem as regras de distanciamento social e os cuidados com a higiene, usando máscaras, álcool em gel, para evitar o crescimento no número de casos. Mas as orientações não têm força de lei. Desta forma o presidente Camilo Turmina sugere que seja criada uma lei determinando a quantidade adequada de ônibus nos horários de pico durante a pandemia, bem como estabeleça o horário alternativo das 10h às 16h como norma enquanto persistirem as restrições estabelecidas em decretos pela prefeitura de Curitiba e Governo do Estado.


“Entendemos que é necessária a fixação, em forma de lei, do horário alternativo de funcionamento do comércio e o reforço de veículos nos horários de pico”, destacou Turmina.

Últimas Notícias