Paraísos no Nordeste brasileiro: segundo dados, destino é favorito entre moradores do país

O turismo vai muito além da movimentação da economia: traz aos viajantes felicidade e experiências incríveis. Anand Rao, Editor do Cultura Alternativa, traz à tona um pouco da história de Japaratinga.

O turismo é um forte aliado para o crescimento de um país - e não só no Brasil. Em todo o mundo, o rendimento gerado por este segmento da economia é expressivo.


Porém, quando se pensa no País de forma isolada, existe um destino favorito: o Nordeste. E a preferência é sentida em diferentes datas. No Réveillon de 2019, por exemplo, sete dos dez destinos mais procurados do País eram localizados no Nordeste, segundo a Associação Brasileira das Agências de Viagem.


E, entre tantas opções, uma se destaca: trata-se do município de Japaratinga. A ocupação da região começou por volta de 1800, data em que se inicia também a exploração do coco. A igreja matriz da cidade foi erguida há mais de 3000 anos pelos holandeses que residiam em Porto Calvo e continua, até hoje, conservada em seu estado original.


Em 1960, através da Lei 2.264, o município foi desmembrado de Maragogi, mas sua instalação oficial só ocorreu em 30 de junho do mesmo ano. Japaratinga é hoje importante polo turístico e a beleza de suas praias é fascinante. A área territorial é de 85,35 quilômetros e a população estimada é de 8.361 pessoas.

Praias


Japaratinga possui cinco praias espalhadas em 15 km do litoral alagoana. "A Praia de Japaratinga, principal da vila, é a mais gostosa para relaxar e aproveitar as piscinas naturais que se formam quando a maré está baixa", diz Anand Rao, Editor do Cultura Alternativa.


Seguindo de barco, chega-se à Croa de São Bento, uma formação de terra no meio do mar que forma um banco de areia rodeado por água transparente. "É tão lindo e com uma água tão límpida que muitos turistas se emocionam vendo esse visual que parece de outro mundo", diz Anand.


O jornalista segue dizendo que, na maré baixa, piscinas naturais se formam, criando um espetáculo. "As águas calmas e cristalinas permitem ver peixinhos como os sargentinhos, além de corais no fundo do mar", compartilha.


Para aqueles que gostam de stand-up paddle, existe acesso à atividade. Além disso, é possível realizar passeios de barco, andar de caiaque e buggy.


Anand indica que existem várias pousadas em Japaratinga, com preços que variam muito. Uma das pousadas é a Humaitá. Saiba mais: https://culturaalternativa.com.br/pousada-humaita-em-japaratinga/

20 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest