Embaixada Argentina atende apelo para repatriar brasileiros

Grupo estava isolado na Terra do Fogo desde o início de março



O drama dos viajantes brasileiros afetados pela pandemia do novo coronavírus que estavam isolados em Ushuaia, na província da Terra do Fogo, na Argentina, desde o início de março, começou a ter fim na quarta-feira (8).


Depois do deputado Goura interceder junto ao Consulado da Argentina, em Curitiba, os brasileiros conseguiram autorização para sair em comboio, com seis veículos, da região e atravessar a fronteira, primeiro com o Chile e depois a brasileira, em Uruguaiana (RS).


“Fomos informados pelo cônsul da Argentina Pedro Ezequiel Marotta que os brasileiros terão salvo-conduto no território argentino e para atravessar a fronteira com o Chile e serão acompanhados por escolta policial a partir desta quarta-feira (8) até a fronteira com o Brasil”, informou Goura.


Marotta disse que o pedido feito por ofício pelo Mandato Goura foi encaminhado à Embaixada Argentina, em Brasília (DF). “Nós simplesmente demos encaminhamento ao pedido feito pelo deputado Goura. E o que foi prontamente atendido pelo nosso embaixador para resolver a repatriação dos brasileiros que se encontram na Argentina”, explicou o cônsul ao Mandato Goura.


Segundo ele, na segunda-feira (6), a Embaixada Argentina tomou conhecimento da existência de um grupo de brasileiros que se encontrava em Ushuaia sem conseguir voltar ao Brasil a partir do pedido feito pelo deputado Goura.


Embaixada Argentina


“Nosso embaixador contatou a Direção de Cerimonial do Ministério de Relações Exteriores da Argentina e começaram as tratativas com as autoridades nacionais de imigração para fornecer salvo-condutos para retornar aos seus lares os cidadãos brasileiros. Amanhã de madrugada, às 4 horas da manhã, começará o operativo de retorno desses brasileiros”, informou.


Goura contou que foi por intermédio do designer Carlos Rojas, o Chileno, que soube da situação dos brasileiros em Ushuaia. “Elke me enviou um vídeo com o apelo dos brasileiros isolados na Terra do Fogo e pediu a nossa ajuda. Por isso, contatamos o consulado”, lembrou. “Ficamos felizes que esse caso tenha uma solução positiva.


Rede de Cicloturistas


O Chileno explicou que por ser cicloativista e também fazer cicloturismo conhecia a situação de dois brasileiros que estavam presos na região. “Como cicloturista mantenho contato por redes sociais com outros ciclistas, somos bem solidários, e mantinha contato com o Marcelo e a Milena do projeto O Mundo Em Duas Bikes”, disse ao Mandato Goura.


“Foi quando soube do apelo deles e de outros pedindo ajuda para voltar ao Brasil. Foi aí que eu contatei o Goura, por sua influência política, e a Renata Falzoni, por ser jornalista, pedindo ajuda para eles”, contou Chileno.

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest