banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Câmara de Curitiba tem 16 trocas de partido

A Câmara de Curitiba tem uma nova composição de forças



Encerrada no dia 3 de abril, a chamada janela partidária, prazo no qual os vereadores que pretendem disputar as eleições de 2020 podem mudar de partido sem o risco de perder o cargo, refletiu na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). O Legislativo passa a ter representantes de 18 dos 33 partidos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As maiores bancadas agora são do DEM e do PSD, ambas com 6 parlamentares. Antes a maior legenda na Casa, o PDT passa de 5 a 3 vereadores.


Até o início da janela partidária, o DEM, partido do prefeito Rafael Greca, reunia o presidente da CMC, Sabino Picolo, e a vereadora Julieta Reis. Passada a janela partidária, somam-se a eles: Mauro Ignácio, ex-PSB; Serginho do Posto, antes filiado ao PSDB; Toninho da Farmácia e Zezinho Sabará, ambos vindos do PDT.


Antes maior bancada do Legislativo, o PDT, com a saída de Toninho da Farmácia e de Zezinho Sabará, fica com 3 vereadores: Dalton Borba, Marcos Vieira e Tito Zeglin. O PSB, antes com 3 cadeiras, mantém Colpani e Dona Lourdes. No PV, continuam Cristiano Santos e Maria Leticia. O MDB também segue com dois representantes: Noemia Rocha e Professor Silberto.

29 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest