Animais do Zoo também recebem cuidados especiais

Tigresa do Zoo dos Estados Unidos foi infectada pelo Coronavírus



Apesar de não haver evidências da transmissão da covid-19 de animais para humanos e vice-versa, o Zoológico de Curitiba e o Passeio Público reforçaram as medidas preventivas nas atividades diárias. A ideia é proteger os bichos e a equipe que cuida deles todos os dias, mesmo em tempos de pandemia, para garantir sua saúde e bem-estar.


“Isso vem acontecendo desde antes da notícia da infecção da tigresa Nádia, do Zoológico do Bronx, em Nova Iorque, divulgada nesta semana”, esclarece a gerente técnica do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria do Meio Ambiente, Vivien Midori Morikawa.

Inicialmente, conforme estabelece o decreto municipal, foram afastados os servidores que fazem parte dos grupos de risco - idosos e doentes crônicos. Veterinários, biólogos, zootecnistas e tratadores que seguem em atividade são munidos de máscaras e luvas e álcool em gel.

Últimas Notícias