Colheita e venda do pinhão estão liberadas

Colheita deve ser feita apenas depois que os frutos caem das araucárias



A colheita e a venda do pinhão já estão liberadas em todo o Paraná. Contudo, a recomendação do Instituto Água e Terra do Paraná (IAT) é que se espere os frutos caírem para, então, fazer a coleta. Conforme o instituto, isso é um sinal mais garantido da maturação. Além disso, evita que a pessoa corra o risco de queda ao subir numa araucária.


O objetivo da data para início do comércio e da colheita é proteger a reprodução da araucária, que é a árvore símbolo do Paraná e está em extinção, além de garantir o consumo sustentável. Ainda conforme o Instituto, é proibido o consumo e venda do pinhão verde. As pinhas imaturas apresentam casca esbranquiçada e alto teor de umidade. Se consumido ainda verde o fruto pode prejudicar a saúde e causa problemas como má digestão, náuseas e até constipação intestinal, segundo o instituto.

22 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest