banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Saúde entrega remédios em casa para idosos e acamados

Medida da Secretaria Municipal da Saúde ajuda a manter em isolamento domiciliar de pacientes mais vulneráveis ao novo coronavírus


Crédito: Hully Paiva

Equipes das unidades de saúde de Curitiba estão entregando medicamentos de uso contínuo para idosos com problemas de locomoção e acamados e também para pacientes com doenças crônicas. A medida da Secretaria Municipal da Saúde mantém em isolamento domiciliar pacientes mais vulneráveis ao novo coronavírus, e evita que interrompam seus tratamentos.


Os idosos nessas condições, cadastrados pelas unidades, recebem com os medicamentos a vacina contra a influenza (gripe). Apesar de não imunizar contra o novo coronavírus, a vacina da Influenza evita que a população adoeça e sobrecarrege os serviços de saúde.

“A entrega em domicílio é principalmente para atender idosos que não têm um parente ou uma pessoa próxima que possa vir até a unidade buscar os medicamentos”, explica Alessandra Lopes, enfermeira e autoridade sanitária da Unidade de Saúde Vila Guaíra.


Com apoio de voluntários, a unidade faz contato com as famílias ou com os idosos para saber da possibilidade de um responsável buscar os medicamentos. Caso não haja, a US programa a entrega na casa do paciente, com dia e horário previamente avisados.


Dos quatro mil idosos cadastrados na US Vila Guaíra que fazem uso de medicamentos, cerca de mil precisam do apoio da Prefeitura para receber a medicação.


Moradoras do bairro Guaíra, as irmãs Natália, Nadir e Irene Bini receberam nesta segunda-feira (30/3) a visita da equipe da unidade da qual são pacientes. Com idades entre 80 e 92 anos, elas receberam os medicamentos e também foram imunizadas contra a gripe.


Outra paciente atendida no mesmo dia foi Pierina Moraes, de 95 anos, moradora do Água Verde. O pedido foi feito pelo filho da paciente, Marcelo Moraes. Pierina tem problemas de locomoção e precisou tomar a vacina contra a influenza. Nesse caso, a US aproveitou para levar os medicamentos.


“É uma atitude muito importante da Prefeitura e que dignifica a pessoa idosa. Minha mãe não consegue andar e seria muito complicado ou até impossível levá-la até um local para receber a vacina”, conta Marcelo Moraes.


Para quem vai buscar o medicamento, a Unidade de Saúde Vila Guaíra montou um sistema de entrega na porta de entrada, evitando a entrada de pessoas no prédio, protegendo idosos de contágio de várias doencas respiratórias, entre elas a covid-19.

Fonte: Prefeitura de Curitiba.

30 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest