Bolsonaro diz que “decretará” trabalho sem isolamento

Presidente deu a declaração hoje, após passear por Brasília


O presidente Jair Bolsonaro anunciou neste Domingo (29) que estuda liberar, por decreto, o retorno às atividades de trabalhadores formais e informais que precisam “levar sustento” para casa. “Estou com vontade de baixar um decreto amanhã [hoje]. Toda e qualquer profissão legalmente existente ou aquela que é voltada para a informalidade, se for necessária para levar sustento para seus filhos, para levar um leite para seus filhos, arroz e feijão para sua casa, vai poder trabalhar”, disse Bolsonaro.


A declaração contraria frontalmente as declarações do ministro da Saúde, João Henrique Mandetta, que reforçou no sábado (28) a importância de os brasileiros ficarem em casa para barrar o novo Coronavírus. O presidente da República não informou que profissão se encaixaria na categoria “necessária para levar sustento para os filhos", nem qual seria excluída desse critério.


A fala ocorreu após Bolsonaro visitar diversos pontos do Distrito Federal neste domingo, desrespeitando as orientações não apenas das autoridades de saúde do Brasil, mas do mundo, que pedem para evitar aglomerações e contato próximo. Segundo projeções do ministério da Saúde, se os contatos sociais não forem reduzidos no Brasil, os casos de coronavírus devem duplicar a cada três dias.

19 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest