banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Prefeitos de megacidades trocam experiências sobre o combate ao coronavírus

Integrante do grupo, o prefeito Rafael Greca destacou medidas adotadas por Curitiba para conter o avanço da covid-19 e para o tratamento das pessoas com a doença


Crédito: Daniel Castellano

Prefeitos das cidades que compõem o C40, rede mundial que busca soluções para problemas decorrentes das mudanças climáticas, promoveram nesta sexta-feira (27/3) uma videoconferência para trocar experiências sobre o combate à pandemia do novo coronavírus. Integrante do grupo, o prefeito Rafael Greca destacou medidas adotadas por Curitiba para conter o avanço da covid-19 e para o tratamento das pessoas com a doença.


O encontro foi moderado por David Miller, diretor de Diplomacia Internacional do C40, e contou com a explanação inicial do presidente do grupo, Eric Garcetti, atual prefeito da cidade norte-americana de Los Angeles. Em seguida, foram expostas as ações adotadas por Seul, capital sul-coreana, pelo prefeito Won-soon Park, e por Milão, na Itália, país duramente castigado pelo vírus, pelo prefeito Giuseppe Sala.


A Coreia do Sul se tornou referência no enfrentamento da covid-19. A capital compreendeu de forma ágil a intensidade do problema e, por exemplo, orientou a população a ficar em casa, incentivou as empresas à adoção do home office, estabeleceu uma rotina de contenção sanitária e realizou exames em massa para logo identificar, isolar e tratar os pacientes que contraíram o novo coronavírus. Os testes são gratuitos para incentivar as pessoas a fazerem.


Proximidade social

Ao abrir o encontro, o prefeito de Los Angeles lembrou a importância do distanciamento físico para barrar a doença. Porém, citou que a proximidade social exercitada por meios eletrônicos é fundamental para encarar e superar os efeitos não clínicos da pandemia.


Em situação grave, Milão conta milhares de mortos. O prefeito Giuseppe Sala destacou que a ordem para que as pessoas ficassem em casa foi tardia e o vírus se espalhou. Hoje, Milão luta para manter em funcionamento serviços básicos e, de acordo com o prefeito, apenas 25% da frota de metrô está em operação.


Inicialmente formado por 40 cidades em torno do mundo com interesses comuns de sustentabilidade, o C40 é composto atualmente por 96 cidades. Destas, 45 contaram com seus representes na videoconferência, que dará base para o documento que irá condensar as experiências relatadas e será distribuído aos membros do grupo.


Representante da América Latina

Representando a América Latina na reunião, o prefeito Rafael Greca destacou duas das iniciativas empregadas por Curitiba para atender a crise provocada pelo novo coronavírus. Uma delas é o consultório virtual, que oferta a videoconsulta para atendimento médico de pacientes suspeitos da covid-19.


Outro destaque apontado por Greca é a fabricação de máscaras de escudo facial por impressoras 3D do FabLab da Prefeitura, que darão mais proteção aos profissionais da área de saúde no atendimento de possíveis infectados e aos agentes de resgate social. A expectativa é fabricar 220 unidades por dia no FabLab.


De acordo com o prefeito, são ideias inovadoras que podem inspirar o comportamento de outras cidades.


“Com moderação e sempre respaldados pelas orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelo nosso Comitê de Técnica e Ética Médica, comandado pela Secretaria Municipal da Saúde, seguiremos combatendo o avanço dessa pandemia”, disse o prefeito ao destacar que a cidade ainda não tem casos de transmissão comunitária da doença.


“A inteligência de um povo se mede pela sua capacidade de não se apavorar com um tempo de incertezas. Nós não podemos ter todas as respostas, mas precisamos colocar nas nossas cabeças e nos nossos corações um escudo que nos proteja da morte e do vírus. Pânico também é doença e um governante não pode ter pânico”, completou Greca.


O prefeito foi acompanhado na reunião pelo chefe de Relações Internacionais da Prefeitura, Rodolpho Zannin Feijó, e pelo assessor Guilherme Zuchetti.


"Curitiba assume novamente um papel de protagonismo internacional, desta vez durante a crise de saúde pública. A cooperação multilateral que o C40 nos traz é fundamental para uma resposta global à crise, que Curitiba hoje ajudou a construir", avaliou Feijó.


Fonte: Prefeitura de Curitiba.

26 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest