banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Greca descarta usar Arena da Baixada como hospital

Prefeito disse em live que cidade vai manter os procedimentos



O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, ontem, através de uma live pelas redes sociais, que Curitiba continuará seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e explicou o plano de contingência para os hospitais da cidade, ressaltando que a Arena da Baixada, estádio do Athletico, não será transformada em um hospital de campanha.


Segundo a secretária da Saúde, Marcia Huçulak, Curitiba conta hoje com 5.623 leitos hospitalares na rede pública de saúde, sendo 761 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Conforme o plano de contingência anunciado por ela, já há possibilidade para ativação de mais leitos em parceria com outros hospitais, fazendo com que o município chegue a 1 mil leitos de UTI.


"Pedimos a Deus que não seja necessário usar todos esses leitos de UTI", afirmou Rafael Greca, descartando o uso da Arena da Baixada. "Não haverá hospital na Arena da Baixada. Nós não precisamos disso, Curitiba tem estrutura suficiente."

29 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest