banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Instalação artística aborda universo sensível das crianças autistas


Um jeito único de enxergar o mundo, interagir com o meio, sentir e ser. Idealizado pela Montenegro Produções Culturais, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a exposição Casa dos Sentidos, revela o olhar particular do universo de crianças com o Transtorno de Espectro Autista. A mostra, realizada de 3 a 21 de abril, no ParkShoppingBarigüi (Curitiba) terá entrada gratuita e horários específicos de visitas guiadas por especialistas que poderão esclarecer o processo criativo dos artistas, dentro do conceito aplicado no projeto.


Com 120 metros quadrados de área expositiva, a obra é representada por uma construção cenográfica simbólica e lúdica, que tem como objetivo a conexão da arte com propostas que gerem inclusão, relevância e transformação social. Os ambientes, distribuídos em cinco cômodos distintos, trazem assinaturas de artistas, designers e arquitetos que conduziram a experiência com ferramentas que estimulam os 5 sentidos do visitante, em leituras sensoriais e poéticas. “A arte sempre foi um meio poderoso para a tradução do indizível e dos sentimentos que habitam em cada um. Esse projeto, cria um novo conceito de aplicação artística construída a partir de um recorte da comunidade e suas particularidades. Nossa intenção com essa mostra é utilizar a arte para essas representações e assim contribuir para seu papel transformador”, revela Carolina Montenegro, diretora da Montenegro Produções Culturais.


A interatividade da experiência contará com a utilização de robôs, que farão a recepção em cada um dos cômodos. Apresentado vídeos explicativos sobre o espaço, propostas conceituais e leituras para cegos e surdos. Desenvolvidos pela Human Robotics, os robôs trazem como funcionalidades o reconhecimento de voz e presença, assim que o visitante entrar no cômodo.


A experiência do visitante tem início na Caixa Preta, assinada pelo dramaturgo Eduardo Ramos e pelo designer Jorge Teixeira. O ambiente se propõe a apresentar sensações desconfortáveis e perturbadoras por meio de interações visuais e sonoras, representando o contraponto com os demais espaços da casa. O cômodo seguinte será a SALA DE ESTAR, que representará na fotografia e nas texturas dos objetivos as sensações do TATO, a criação é do artista visual Guilherme Zawa e da arquiteta Guta Nagano. Seguindo o circuito, o visitante terá acesso a SALA DE JANTAR, na qual a ceramista Daniélle Carazzai e a arquiteta Mariana Saltini exploram o PALADAR por meio de um ambiente desconstruído. “Construímos um ambiente onde as coisas parecem fora de lugar, estranhas em sua forma, posição ou cor, algo por decifrar, algo que merece atenção por um pouco mais de tempo, mas cuja beleza se revela imediata. Uma sala de jantar onde o prato principal é a compreensão de que o mundo é diverso e de que nada deveria ter lugar fixo, justamente porque cada um percorre caminhos diferentes para obter resultados novos”, destaca Daniélle. A dupla André Coelho e Givago Ferentz, assina a COZINHA que convida o público a vivenciar uma experiência auditiva de ruídos e efeitos sonoros típicos desse cômodo e traz a obra do artista conduzindo essa viagem em ilustrações na paredes e objetos. A circulação termina no QUARTO, que apresenta a floresta e o mar como enredo de uma leitura bastante imaginativa e sensível desse universo. A conexão do trabalho da artista visual Verônica Fukuda e da arquiteta Nonnie Fenianos, garante uma experiência visual rica em detalhes, cores e profundidade.


Para chegar nesse resultado, a equipe técnica passou por 10 meses de pesquisas e treinamentos práticos, acompanhados por especialistas em psicologia, pedagogia, fonoaudiologia e terapia ocupacional. Todos os processos e intervenções foram validados por profissionais da área. O projeto tem apoio dos maiores institutos de pesquisa especializados no Transtorno do Espectro do Autismo: a Tismoo e o The Muotri Lab (da Universidade de San Diego, Estados Unidos), que investiga os mecanismos fundamentais para o desenvolvimento do cérebro e de transtornos como o autismo. Em Curitiba, parceiros como a Clínica Água e Vida, a Terapia AMI, a União de Pais pelo Autismo e o Instituto ICO, foram fundamentais para a contextualização do tema e a forma de abordagem. “As parcerias chancelam tecnicamente esse projeto, que transita em um universo bastante específico e de muitas particularidades. Ainda assim, ressaltamos que a exposição não tem qualquer outro caráter que não a leitura meramente artística da sensibilidade da amostra estudada”, explica Carolina.


A sua realização foi possível por meio de patrocínio via isenção fiscal de empresas como JAGUAFRANGOS INDUSTRIA E COMERCIO DE ALIMENTOS LTDA, Engepeças Equipamentos Ltda., Ravato Distribuidora de Combustíveis Ltda., Companhia de Saneamento do Paraná – SANEPAR, Perkins Motores do Brasil Ltda., Companhia Paranaense de Gás – Compagás, Elejor Centrais Elétricas do Rio Jordão S.A., Berneck Aglomerados S.A, Prix Veiculos Ltda, Plaza Veículos e Serviços Ltda e Ademilar – Administradora de Consórcios S.A., além do incentivo direto da Unimed Curitiba, Havan, Multiloja, Tintas Vergínia e Copacol. Além dos patrocinadores, o projeto conta com mais de 30 marcas de apoiadores de arquitetura e decoração que contribuíram para sua execução.


Serviço:

Casa dos Sentidos

03 a 21 de abril

ParkShoppingBarigüi – R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600, Mossunguê, Curitiba/PR (Piso Térreo)

Horário: Segunda a Sexta das 11 às 23h; Sábado das 10 às 22h; e domingo das 14 às 20h

Entrada Gratuita

Informações: www.montenegroproducoes.com

3 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest