banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Exposição mostra cotidiano de catadores de Curitiba

A partir desta segunda-feira (16/3), Fotografias de Ari Baiense serão expostas no Mercado Central, na Praça Rui Barbosa

Crédito: Ari Baienese

O ensaio fotográfico “Mutirão”, que retrata o trabalho dos catadores de materiais recicláveis de Curitiba, começa a ser exposto nesta segunda-feira (16/3), na Rua da Cidadania da Matriz. Até 16 de abril, quem circular pelo Mercado Central da Rua da Cidadania vai se deparar com fotos de Ari Baiense, mostrando o cotidiano de trabalhadores do Sítio Cercado.


Por dez anos, o fotógrafo acompanhou e registrou catadores da Associação Mutirão, do bairro do Sítio Cercado, coletivo de trabalhadores que buscam sustento com dignidade e apoio de outros cidadãos.


As imagens da exposição compõem ainda um fotolivro, lançado no início de março com a exposição de fotos, no Portão Cultural (Museu de Arte Digital).


O livro relata em imagens e textos, com depoimentos dos catadores, a experiência destes batalhadores e tem colaboração de José Carlos Fernandes, jornalista e professor da Universidade Federal do Paraná, alunas de jornalismo da UFPR, entre outros apoiadores e colaboradores.


A renda da venda do livro é totalmente revertida para a Associação Mutirão. O livro pode ser adquirido através do site do fotógrafo ou na livraria da Escola Portfolio de fotografia.


Serviço: Exposição fotográfica “Mutirão”, de Ari Baiense

Local: Rua da Cidadania da Matriz (Praça Rui Barbosa – Centro)

Abertura: 16 de março, às 10h. Até 16 de abril

O livro está à venda no site do fotógrafo (www.aribaiense.com) ou na Escola Portfolio de Fotografia (R. Alberto Foloni, 634 – Juvevê). A renda será revertida para a Associação Mutirão.


Fonte: Prefeitura de Curitiba.

26 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest