As aventuras de João Grilo e Chicó no Festival de Curitiba

O clássico Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, ocupa o palco do Teatro da Reitoria



Um dos maiores sucessos da dramaturgia brasileira, o texto Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, faz parte da Mostra da 29.ª edição do Festival de Curitiba em montagem do Grupo Maria Cutia, com concepção e direção de Gabriel Villela. O espetáculo, que celebra a primeira parceria do Grupo com o diretor, fará duas apresentações no Teatro da Reitoria, dia 28 de março, às 21h, e 29 de março, às 19h.


O Auto da Compadecida apresenta as aventuras de João Grilo e Chicó, que começam com o enterro e o testamento do cachorro do padeiro e de sua mulher e acabam em uma epopeia milagrosa no sertão envolvendo o clero, o cangaço, Jesus, Maria e o Diabo. Suassuna faz uma abordagem mítica brasileira do herói sem caráter, com suas vicissitudes morais - e o espetáculo do Grupo Maria Cutia traz para o texto de Suassuna pitadas brechtianas.


“Com tom irônico, o trabalho pode ser enquadrado no gênero cênico-musical-picaresca. O olhar político (sem didatismo ou partidarismo) do espetáculo, desprendido do enredo criado pelo célebre autor paraibano, traz outra camada para a obra de Ariano”, explica Gabriel Villela. O espetáculo revela acontecimentos de um Brasil atual, a partir de personagens e situações que ganham acento ainda mais sarcástico do que os encontrados na dramaturgia original.


O Grupo Maria Cutia de Teatro nasceu em Belo Horizonte, em 2006, e desde então apresenta seus espetáculos em praças, parques e ruas de Minas Gerais, do Brasil e do mundo. Nos últimos anos aventurou-se em produções criadas para palcos e também adaptou suas obras de rua para teatros fechados. Como frentes de pesquisa artística, o grupo trabalha com o diálogo entre música e teatro, numa investigação autoral que denomina música-em-cena. Em todos os seus espetáculos, a trilha é executada ao vivo pelos atores, em uma pesquisa que alia dramaturgia à canção. O Grupo Maria Cutia já se apresentou em seis países, 19 estados nacionais totalizando mais de 150 cidades brasileiras, para um público superior em mais de 400 mil espectadores em seus 13 anos de história.


FICHA TÉCNICA:

Elenco: Leonardo Rocha – João Grilo Hugo da Silva – Chicó e Severino do Aracaju Mariana Arruda | Jimena Castiglioni – Mulher do Padeiro e Nossa Senhora Compadecida Dê Jota Torres – Palhaço, Padeiro e Manuel (Nosso Senhor Jesus Cristo) Thiago Queiroz– Sacristão Marcelo Veronez – Padre João e O Diabo Polyana Horta – Antônio Morais e O Bispo.


Direção: Gabriel Villela.

Assistente de Direção: Lydia Del Picchia.

Preparação Vocal: Babaya.

Direção Musical: Babaya, Fernando Muzzi e Hugo da Silva.

Cenário e Figurino: Gabriel Villela.

Assistente de Figurino: José Rosa.

Coordenação do Ateliê Gabriel Villela: José Rosa.

Pintura de Arte: Rai Bento.

Iluminação: Richard Zaira e Pedro Paulino (CiaTecno).

Consultoria de Sonorização: Vinícius Alves.

Fotografia: Tati Motta.

Produção: Luisa Monteiro - Grupo Maria Cutia.


Serviço:

O que: Auto da Compadecida no 29.º Festival de Curitiba

Quando: dia 28 de março, às 21h, e 29 de março, às 19h.

Onde: Teatro da Reitoria (Rua XV de Novembro, 1299 – Centro).

Valores: R$ 80,00 (inteira)

Últimas Notícias