Governo registra em janeiro aumento de 41% no superávit primário

Superávit foi de R$ 44 bi no mês, o melhor resultado em 24 anos




A Secretaria do Tesouro Nacional registrou um superávit primário, em janeiro, de R$ 44,124 bilhões. Em relação a janeiro do ano passado, o valor representou um aumento de 41%. O valor absoluto, para o mês, é o melhor resultado dos últimos 24 anos. Em janeiro de 2019, o saldo positivo foi de R$ 31,289 bilhões (valor ajustado pelo IPCA).


A meta fiscal do governo é fechar 2020 com um déficit de R$ 124,1 bilhões. De acordo com os números divulgados pelo Tesouro Nacional, o governo fica mais otimista para fechar o ano dentro dos limites fixados.


O superávit foi obtido, segundo a divulgação do Tesouro Nacional, em função do aumento da arrecadação em janeiro e uma queda significativa das despesas. "Temos de esperar alguns meses para ver o que vai acontecer com a arrecadação, que teve um crescimento expressivo em janeiro", avaliou o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida.


O relatório do tesouro aponta um total de receitas de R$ 151,691 milhões (após transferências aos estados e municípios) – alta nominal de de 6,4% na comparação com janeiro de 2019. As despesas totalizaram R$ 107,567 bilhões, com recuo real de 3,3% na mesma comparação.


Em 2019, o governo registrou um déficit primário de R$ 95,065 bilhões, o equivalente a 1,3% do Produto Interno Bruto (PIB), o valor mais baixo em cinco anos. A melhora ocorreu, principalmente, pela arrecadação extraordinária com o leilão do pré-sal.

25 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest