banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Cruzeiros marítimos crescem no gosto de viajantes brasileiros

No primeiro semestre de 2019 mais de 293 mil brasileiros viajaram em cruzeiros pelo mundo

Segundo a Associação Internacional de Cruzeiros (Cruise Lines International Association - CLIA), o número de brasileiros que viajam em navios cresceu 16% de janeiro a junho de 2019. A costa brasileira foi a rota mais visitada, sendo preferência de 73% dos passageiros nacionais. O número é 21% maior comparado a mesma data do ano de 2018. A expectativa para a temporada de 2019/2020, que vai de novembro a abril, é que o número de passageiros aumente em 6%, o que resultará no terceiro ano seguido de crescimento.


A CLIA espera que a popularidade das viagens entre os brasileiros cresça ainda mais. “Para acompanhar esse rápido crescimento, o Brasil tomou medidas significativas para receber navios em novos portos, aumentando a capacidade e melhorando a experiência geral dos viajantes”. Afirmou Marco Ferraz, presidente da CLIA no Brasil. Na última temporada (2018/2019), sete navios atuaram na costa brasileira, na atual temporada serão oito, que contarão com maior tempo de navegação, informou a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos.


O ministro do turismo Marcelo Álvaro Antônio ressaltou a relevância da atividade para o turismo brasileiro e para a economia do país. “Temos trabalhado e adotado ações com o objetivo de desenvolver o setor de cruzeiros para, quem sabe, termos 50, 100 navios fazendo turismo na costa brasileira todos os anos”, disse.


Em meio a esse passeio encantador, não é incomum pessoas adoecerem durante a viagem. É verdade que a maioria dos problemas a bordo de um navio resolve-se com comprimidos para enjoo e constipações, remédios para uma dor de estômago, curativos, etc. Porém, existem casos de emergência em que o passageiro precisará ser encaminhado para instalações de saúde em terra e terá que pagar do próprio bolso as despesas médicas.


Para evitar esse tipo de problema, empresas como a Assist Seguro Viagem oferecem seguros especiais para esse tipo de evento, elaborados para dar segurança e tranquilidade aos viajantes que vão curtir a viagem marítima. Nos casos mais simples o atendimento é prestado durante o trajeto e o viajante é estabilizado pela equipe médica do navio. Nestes casos, o pagamento é feito pelo viajante e depois reembolsado pela seguradora após a apresentação dos comprovantes.


De acordo com André Lucas, Diretor Comercial da Assist Seguro Viagem “O seguro não deve ser contratado apenas para viagens de avião, a importância de fazê-lo em viagens marítimas é gigante, pois esse serviço pode livrar o viajante de imprevistos que podem acabar com sua tão sonhada viagem. Nossa empresa possui como diferencial uma comunicação rápida e direta com o consumidor via WhatsApp, poupando o viajante de burocracias como baixar aplicativos específicos para obter atenção e socorro. Após contratar o seguro viagem, o viajante precisa ter acesso e ciência de todos os seus direitos e coberturas, e entender o que sua apólice cobre e não cobre. Assim é possível garantir uma viagem segura e protegida em qualquer do mundo”.


Para André, contratar o seguro de viagem em cruzeiros é indispensável, “Principalmente quando tratamos de viagens no mar, os viajantes estão sujeitos a riscos. Imprevistos podem acontecer e a melhor maneira de solucioná-los é entrando em contato com o suporte do seguro, para assim, receber todo o direcionamento e acompanhamento adequado que garantam o seu bem-estar”.

Fonte: dino

27 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest