Cid Gomes é baleado em protesto de policiais

Senador licenciado levou dois tiros, mas não corre risco de morrer



O senador licenciado Cid Gomes (PDT) foi baleado na tarde de ontem em um protesto de policiais que reivindicam aumento salarial. O senador licenciado pilotava uma retroescavadeira e tentava furar um bloqueio feito por policiais militares no Batalhão da Polícia Militar em Sobral (CE). Ele foi submetido a uma tomografia que, de acordo com a assessoria do senador, não constatou danos graves em nenhum órgão vital.


O ex-governador Ciro Gomes, irmão de Cid, disse em uma rede social que ele “não corre risco de morte” e que foi atingido por “dois tiros de arma de fogo”. Ainda segundo ele, os disparos “não atingiram órgãos vitais, apesar de terem mirado seu peito esquerdo”. Segundo a assessoria do senador licenciado, as duas balas atingiram a clavícula: uma bala saiu e a outra bateu na clavícula e está alojada no pulmão.

22 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest