Bolsonaro repete ofensas contra jornalista da “Folha”

Presidente: “Ela queria dar um furo a qualquer preço contra mim”



O presidente da República, Jair Bolsonaro, ofendeu ontem a repórter da “Folha de S. Paulo” Patrícia Campos Mello. Com insinuações sexuais, o presidente questionou a atuação da jornalista em apurações sobre o disparo em massa de mensagens. Ele ainda citou Hans River do Nascimento, ex-funcionário da empresa de marketing digital Yacows. Segundo reportagem da “Folha”, a empresa teria participado de esquema de disparo de mensagens por meio da rede social durante as eleições.


“Olha, a jornalista da Folha, tem mais um vídeo dela aí. Eu não vou falar aqui porque tem senhora do meu lado. E o depoimento do Hans River, foi no final de 2018 para o Ministério Público, ele diz do assédio da jornalista em cima dele. Ela queria um furo. Ela queria dar um furo [pausa, várias pessoas riem] a qualquer preço contra mim”, afirmou Bolsonaro. Sobre as ofensas, a “Folha” divulgou nota afirmando que “o presidente da República agride a repórter Patrícia Campos Mello e todo o jornalismo profissional com a sua atitude. Vilipendia também a dignidade, a honra e o decoro que a lei exige do exercício da Presidência”.

25 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest