banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

35% dos contribuintes pagaram IPTU à vista em 2020

Prefeitura pretende arrecadar R$ 890 milhões com o imposto



Neste ano, 35% dos proprietários de imóveis de Curitiba pagaram à vista o Imposto Predial e Territorial Urbano e Taxa de Coleta de Lixo (IPTU-TCL/2020). O percentual é o mesmo do ano passado, segundo levantamento da Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Orçamento.


Em valor, o pagamento à vista correspondeu a 28% da arrecadação do imposto no ano. A previsão, de acordo com a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020, é arrecadar R$ 890 milhões com o IPTU.


Os recursos arrecadados com o IPTU são usados pelo município para investimentos em saúde, educação, infraestrutura, segurança para a população.


Quem pagou à vista garantiu desconto de 4% sobre o valor do imposto. Para quem optou pelo parcelamento, não há mais o desconto, nem incidência de juros.


A primeira parcela, a do mês de fevereiro, teve vencimento fixado entre os dias 11 e 15 de fevereiro. O dia do mês muda de acordo com o dígito verificador (último algarismo da indicação fiscal).


As parcelas seguintes – até novembro – terão o mesmo dia de vencimento.


Débito em conta

O IPTU cadastrado com débito automático em conta terá o vencimento da primeira parcela dia 17 de fevereiro. Nos meses seguintes, a parcela será debitada todo dia 11.


Para quem tinha o IPTU cadastrado no ano passado, a renovação é automática.


Quem quiser se cadastrar para pagar no débito automático precisa fazer a solicitação diretamente ao banco onde tem conta, 30 dias antes do vencimento da parcela, prazo fixado pelas instituições financeiras para o cadastro. O cadastro pode ser feito em qualquer época do ano, mas as parcelas mensais não podem ser inferiores a R$ 20 (somando IPTU e a Taxa de Coleta de Lixo).

27 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest