Itaipu comemora na área Técnica marca histórica dos 2,7 bilhões de MWh

A celebração será no hall do Edifício da Produção, casa da atividade-fim da usina

Arquivo/ Itaipu

A usina de Itaipu comemora nesta sexta-feira, 14, no hall do Edifício de Produção, a marca de 2,7 bilhões de megawatts-hora. A data será celebrada com a participação toda a diretoria, formada por brasileiros e paraguaios, e outras 350 pessoas, a maioria empregados da área técnica, responsável pela atividade-fim da usina, que é gerar energia. A cerimônia está marcada para ter início às 9h30.


Além da Técnica, a solenidade reunirá dez pessoas das demais diretorias de Itaipu e dois aposentados da binacional. São pessoas que ajudaram ou contribuem para a usina bater recorde com eletricidade limpa e renovável. Quanto mais Itaipu gera, menos o governo precisa acionar termoelétricas, que é uma energia mais cara.


Logo depois do pronunciamento dos diretores, general Joaquim Silva e Luna e Ernst Ferdinand Bergen Schmidt, brasileiro e paraguaio, respectivamente, o diretor técnico executivo, Celso Torino, falará sobre os índices da usina. Em seguida, haverá descerramento de uma placa comemorativa e coletiva à imprensa.


A pauta segue à tarde, no PTI. Das 13h às 15h, haverá visita ao Núcleo de Inteligência Territorial (NIT), Centro de Estudos Avançados em Segurança de Barragens (Ceasb) e Laboratório de Automação e Simulação de Sistemas Elétricos (Lasse).


Produção Os 2,7 bilhões de energia acumulada desde o início da operação de Itaipu, em maio de 1984, poderiam iluminar todo o planeta por 43 dias.


Hoje, Itaipu é responsável por atender quase 15% do mercado brasileiro de energia elétrica e 93% do Paraguai. Os 2,7 bilhões de MWh produzidos ao longo de 35 anos e nove meses de operação seriam suficientes para abastecer todo o planeta por 43 dias.


Também seria possível suprir o Brasil por cinco anos e nove meses; o Paraguai, por 190 anos; o Estado de São Paulo, por 20 anos; o Estado do Paraná, por 86 anos; a cidade de São Paulo, por 99 anos; a cidade do Rio de Janeiro, por 155 anos, ou outras 4.657 cidades com porte similar ao de Foz do Iguaçu, por um ano.

19 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest