As cinco mais do Capitão

Por: José Hidalgo Neto.

Um dos grandes personagens da classificação do futebol brasileiro aos Jogos Olímpicos, em Tóquio/Japão, foi o jogador, Mateus Cunha, hoje um profissional do time alemão, Hertha Berlin. Seu histórico começou aos 14 anos de idade quando jogava na base do Coritiba F.C. Aí vem a pergunta: Quem sabia do garoto? Claro, a não ser o próprio clube que o liberou para receber a quantia de 700 mil reais para um empresário que o levou para o Sion/Suiça. Com o passar do tempo esse garoto foi galgando espaço até ser negociado como futebol alemão, primeiramente, com o Leipizig, agora, com Hertha de Berlim.


Naquela época, o Coritiba vendeu para comprar o passe do jogador, Galdezani, um jogador mais experiente. Muito bem. O rapaz começou a respirar o ar europeu e foi mostrar com o tempo sua qualidade. Quero dizer, aos amigos, que essa situação é corriqueira no futebol brasileiro, afinal, se olharem os históricos de vários jogadores consagrados que estão atuando nesse mundo de Deus é uma grandeza. Tudo fruto de uma falta de uma melhor visão de aproveitamento qual garoto vai explodir, sim, como também, não é tão fácil saber porque também advém sorte.


O início é sempre assim, pois, o clube tem até a data de 15 anos 11 meses e vinte e nove dias, para se mostrar interessado neste ou outro personagem. Não me parece tão fácil, porque a necessidade dos clubes brasileiros é negociar o mais rápido possível. Paciência é para quem tem caixa para aguentar com esse mercantilismo maluco que vive o futebol brasileiro. O duro mesmo é esperar pelo crescimento do jovem até chegar ao profissional e depois ficar na expectativa de um bom valor.


O que deve prevalecer é que profissionais verdadeiros e não teóricos passem as informações necessárias. Por quê? Só quem viveu vitórias e derrotas no gramado tem esse sentimento de analisar quem é quem na ordem do dia.


Um dos grandes personagens do futebol brasileiro, Rogério Hetmanek, do Botafogo; Flamengo e Santos, um ponteiro rápido que chegou a Seleção Brasileira de Futebol, e que participou do elenco Campeão do Mundo, no México/1970, algum tempo morando com a família, em Curitiba, advogado e Mestre em Filosofia, me convidou para estar no lançamento do seu 3º livro "Origem da Corrupção". Quanto à data farei o anúncio à posteriori.


Frase: O melhor da vida é sua história.

19 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest