Encontro literário movimenta Casa da Leitura Walmor Marcellino

A Casa da Leitura Walmor Marcellino faz parte da rede de unidades para difusão da leitura da Fundação Cultural

Vinte pessoas de diferentes idades e níveis de escolaridade da Regional Bairro Novo lotaram a sala de eventos da Casa da Leitura Walmor Marcellino, na tarde desta terça-feira (4/2), para participar do 8º Intercâmbio Poético Todas as Palavras. Durante 1h30, eles conheceram alguns poemas do jornalista e escritor que dá nome ao espaço e leram textos escritos por eles próprios.


A Casa da Leitura Walmor Marcellino faz parte da rede de unidades para difusão da leitura da Fundação Cultural. Todos os anos, o evento celebra a obra e o aniversário de Marcellino, que morreu em 2009 e estaria completando 90 anos.


“Aproveitamos a oportunidade para ler textos dele, que entregamos em folhas impressas para eles levarem para casa e lerem outras vezes, e convidamos os participantes para contarem o que entenderam a partir da experiência de cada um”, diz a coordenadora do espaço e mediadora de leitura Kely Medeiros.


Familiares do homenageado também compareceram.


Espaço para a palavra


No intervalo da leitura dos quatro poemas selecionados do livro Todas as Palavras, publicado por Marcellino em 2003, era a vez de os participantes mostrarem seu talento literário. Frequentadora da Casa da Leitura e poeta, a dona de casa Cleonice Amorim de Azevedo Barros leu Amor de Mãe, poema que escreveu no ano passado e aborda o rápido processo de crescimento dos filhos.


Também coube a ela ler duas contribuições enviadas pelo leitor e poeta Francisco Estevam de Araújo, que é o segundo leitor mais antigo da Casa da Leitura e planeja reunir seus escritos em um livro. Ele faltou ao encontro, pela primeira vez, por problemas de saúde na família.


Futura leitora


Tímida e atenta, Nilza Alves da Silva apenas ouvia as intervenções. “Eu não sei o que está escrito porque nunca estudei, mas me sinto muito bem aqui e acho tudo muito bonito”, disse a auxiliar de serviços gerais aposentada, que compareceu à atividade pela segunda vez. Aos 74 anos e com vontade de aprender, ela está matriculada em uma turma de Educação de Jovens e Adultos (EJA).


Nilza estava com um grupo de frequentadoras do grupo de convivência para a terceira idade do Centro de Referência da Assistência Social Madre Tereza, unidade da Fundação de Ação Social. Frequentadoras do Cras Bairro Novo também compareceram.


A próxima edição do Intercâmbio Literário da Casa da Leitura Walmor Marcellino será no final de setembro, aniversário de morte do homenageado.


Fonte: FCC

Foto: Cido Marques/FCC

27 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest