banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Curitiba vai ganhar mais 12 Faróis do Saber e Inovação

Com eles, a cidade terá 33 faróis anexos a escolas nesse novo modelo, que valoriza a tecnologia e a inovação

Valdecir Galor/ SMCS

Curitiba vai ganhar mais 12 Faróis do Saber e Inovação. As unidades, anexas a escolas, estão em fase final de obras e serão entregues este ano à comunidade, que passará a contar com mais espaços para projetos “mão na massa” e impressoras 3D para criação de protótipos


As novas unidades são: Antônio Callado, Heitor Stockler de França, João Guimarães Rosa, Gilberto Freire e Telêmaco Borba (Regional Boa Vista); César Perneta, Emiliano Perneta e Samuel Chameki (Regional Cajuru); Fernando Pessoa (Regional Boqueirão); Gonçalves Dias (Regional Santa Felicidade); e Padre Antônio Vieira e Sérgio Mercer (Regional CIC).


Com as entregas, a cidade passará a ter 33 faróis nesse novo modelo.


Além dos equipamentos tecnológicos, estas unidades recebem melhorias como pintura, troca de piso, banheiros com acessibilidade, reparos na estrutura metálica e na cobertura.


“Em nossa cidade educamos para a inovação, para o futuro, para inventar empregos e multiplicar oportunidades. Dentro dos faróis, os curitibinhas podem inventar soluções que melhoram a vida de todos”, afirma o prefeito Rafael Greca.


Entre as invenções que nasceram nos faróis estão um skate especial para um estudante com dificuldade de locomoção, uma esteira para transportar material reciclável, um guindaste hidráulico e proteção para sementes de araucária não serem danificadas por insetos.


Aprendizagem criativa

Em 2018, o projeto Faróis do Saber e Inovação foi selecionado no Desafio Aprendizagem Criativa, promovido pela Fundação Lemann e o MIT Media Lab.


Entre 213 experiências de todo o país, o projeto da Prefeitura foi um dos oito selecionados – único na região sul - para integrar o programa de apoio técnico educacional oferecido pela instituição. O Desafio Aprendizagem Criativa identifica e impulsiona soluções inovadoras e capazes de tornar a educação brasileira mais dinâmica, lúdica e colaborativa.


“Essa participação no desafio valoriza a transformação pela qual os faróis estão passando, para se consolidarem como espaços de referência em cultura e inovação na cidade”, comenta a coordenadora de Tecnologias Digitais e Inovação da Secretaria Municipal da Educação, Estela Endlich.


Origem

Na década de 1990, quando foram criados, na primeira gestão de Rafael Greca como prefeito, os Faróis do Saber eram as bibliotecas públicas dos bairros, com acesso gratuito à internet, descentralizando os acervos literários e colaborando para democratizar o acesso à rede.


Faróis do Saber e Inovação entregues

Herbert José de Souza (Cajuru)

Manuel Bandeira (Boa Vista)

Rocha Pombo (Portão)

José de Alencar (Pinheirinho)

Fernando Amaro (CIC)

Mario Quintana (Boqueirão)

Dante Alighieri (Santa Felicidade)

Rubem Braga (Bairro Novo)

Dona Pompília (Tatuquara)

Laboratório Pedagógico de Inovação (Matriz)

Tasso da Silveira (Pinheirinho)

Pablo Neruda (Cajuru)

Castro Alves (Portão)

Vinícius de Moraes (CIC)

Luís de Camões (Boqueirão)

Cecília Meirelles (Bairro Novo)

Roberto Barrozo (Pinheirinho)

Joaquim Nabuco (CIC)

Accioly Filho (Bairro Novo)

Albert Einstein (Boqueirão)

Clarice Lispector (Pinheirinho)



Fonte: Prefeitura de Curitiba.

29 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest