banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Pesquisadores da UFPR oferecem apoio científico a desastre causado pelas chuvas em Minas Gerais


Três pesquisadores do Centro de Apoio Científico em Desastres – unidade especial da Universidade Federal do Paraná – estão em missão de apoio científico na região de Belo Horizonte-MG, desde sábado (1º), em resposta ao desastre causado pelas chuvas no sudeste do Brasil. Liderada pelo professor Renato Lima e composta pelos docentes Luiz Mantovani e Andrés Acevedo, a equipe realiza avaliações de risco emergencial no município de Betim e, a pedido da Coordenação Estadual de Proteção e Defesa Civil de Minas Gerais, atende a cidade de Sabará – apontada como um dos municípios com maior necessidade de apoio científico.


De acordo com o Cenacid, a missão é intensa já que há muitas demandas. “A equipe está contribuindo significativamente para a resposta ao desastre em Minas Gerais”, afirma o relato dos pesquisadores.


Entre as ações desenvolvidas no local, o grupo da UFPR avaliou a situação da BR-381 e realizou estudos em deslizamentos em um bairro onde houve quatro vítimas fatais. Os professores também trocaram informações com a Proteção Civil de Minas Gerais e participaram de reuniões com o gabinete de crise em Betim, com a Prefeitura Municipal de Sabará e equipe da Coordenação Estadual em Belo Horizonte.


Para acompanhar relatos diários sobre a missão, acesse a página do Cenacid no Facebook https://www.facebook.com/cenacid/.


O Centro de Apoio Científico em Desastres é uma unidade especial da UFPR, com o objetivo de proporcionar apoio científico e técnico à comunidade em situações de emergência, assim como gerar propostas de ações.


Pesquisadores e especialistas de diversas áreas da UFPR e de outras instituições de pesquisa do Brasil participam. Os profissionais podem ser acionados em situações de emergência e oferecem a contribuição científica em caso de desastres.


Com experiências em desastres em todo o mundo, o coordenador do Cenacid e professor da UFPR, Renato Lima, integra a equipe UNDAC (Coordenação e Avaliação de Desastres da ONU) e atua como consultor da ONU para desastres. O docente já integrou a equipe de coordenação da resposta internacional em mais de dez grandes desastres mundiais, como terremotos, deslizamentos, furacões, tsunamis e inundações.


Em 2009, o Centro foi premiado pela ONU – Organização das Nações Unidas – como reconhecimento pela excelência na atuação, prevenção, resposta e redução de consequências de desastres naturais, ambientais e tecnológicos.

5 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest