TRE anula cassação de deputados Ricardo Barros e Jonas Guimarães

MP acusa deputados de participarem de jantar de campanha



O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) acatou recursos e anulou, na última segunda-feira (27) decisão que havia determinado a cassação dos mandatos do deputado federal Ricardo Barros (PP) e do deputado estadual Jonas Guimarães (PSB), em outubro do ano passado, por compra de votos. O Ministério Público Eleitoral (MPE) acusa os dois parlamentares de participarem de um jantar durante a campanha de 2018, em Barbosa Ferras (região Noroeste), durante a campanha, que teria motivação eleitoral.


A lei eleitoral proíbe os candidatos de “doar, oferecer, prometer, ou entregar, ao eleitor, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza”.


A defesa de Barros e Guimarães alegaram que eles apenas participaram de um jantar de aniversário da mãe de "da mãe de Luciano Soares de Souza, e que teriam falado brevemente apenas para cumprimentar a aniversariante.


No primeiro julgamento, a cassação foi aprovada por 3 votos a 2. Na nova decisão, os magistrados do TRE acataram o argumento da defesa de que não teria sido comprovada a compra de votos.

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest