Dois são presos com R$ 3 milhões em cigarros

Caminhões que levavam as cargas tinham chassis adulterados



Dois motoristas foram presos ontem com 650 mil carteiras de cigarro na BR-487, em Campo Mourão, no Centro-Oeste do Paraná. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as cargas contrabandeadas do Paraguai eram transportadas em duas carretas.


Um dos motoristas afirmou que tinha saído de Iporã, no Norte do Estado, e entregaria o cigarro em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. O outro disse que saiu de Umuarama, no Noroeste, e que pretendia levar a carga até Pitanga, na região Central do Paraná. As carretas e os cigarros foram levados até a Receita Federal, em Maringá, no Norte do Estado.


Conforme a polícia, o crime de contrabando tem pena prevista de dois a cinco anos de prisão. Se condenado, o autor do crime tem ainda a carteira de motorista cassada pelo prazo de cinco anos. Um dos motoristas presos responderá também pelo crime de falsificação de documento, pois os certificados de registro e licenciamento do caminhão e do semirreboque eram falsos. A PRF ainda afirmou que as duas carretas apresentam sinais de adulteração do chassi.

Últimas Notícias