Cohab encaminha imóveis ociosos para venda

Unidades retomadas estavam vazias, vendidas ou alugadas



Uma força-tarefa iniciada ano passado avançou mais uma etapa na busca por ampliar a oferta de imóveis do programa habitacional de Curitiba. Após receber denúncias de moradores, a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) vistoriou 127 imóveis com suspeita de não estarem cumprindo com sua função social prevista em contrato. As unidades vistoriadas fazem parte da faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida.


“Nosso objetivo é retomar estes imóveis para atender cidadãos que aguardam na fila de inscritos. Os imóveis são construídos e entregues para as pessoas morarem e não para que aluguem, vendam ou deixem vazios”, explica o presidente da Cohab José Lupion Neto.


A ação foi planejada após reuniões entre a equipe da Cohab e representantes da Caixa Econômica durante 2019. A Companhia detectou entre as unidades vistoriadas 26 imóveis alugados ou ocupados por terceiros; 19 imóveis vagos ou abandonados; 32 ocupados pelo proprietário original e em 50, os ocupantes estavam ausentes e não puderam receber a notificação.

Últimas Notícias