banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Startup paranaense cria primeiro carro 100% elétrico fabricado em série no Brasil

Veículo não tem ruídos, não polui e pode percorrer 100 km com menos de R$ 9,00

Depois de dois anos de pesquisas, testes com protótipos e muita criatividade, um grupo de engenheiros eletricistas e mecânicos de Curitiba criou o primeiro veículo 100% elétrico a ser fabricado em série no Brasil.


O veículo 100% elétrico do tipo buggy também contou com o trabalho de designers, sendo especialmente projetado para atender a demanda turística do Brasil, que possui uma das maiores extensões litorâneas do mundo.


Batizado de Buggy Power, o veículo elétrico 100% montado no Brasil tem diferentes tecnologias embarcadas e é o que se pode chamar de mobilidade totalmente sustentável. O buggy elétrico da eiON também pode ser conectado por smartphone e compartilhado, sendo perfeito para utilização em aplicações turísticas, tais como em resorts e em clubes de campo.


Equipado com baterias de íons de lítio de última geração, que também estão sendo 100% montadas no Brasil através de uma parceria da eiON com uma gigante multinacional, o carro é ambientalmente correto, tem zero ruído, zero emissões e zero poluição.


O tempo de recarga das baterias do modelo padrão do buggy da eiON varia entre 2 a 5 horas, dependendo se for carregado em uma tomada 220 ou 110V, respectivamente. O Buggy Power pode percorrer 100 km com menos de R$ 9,00 e tem autonomia acima de 200 km nas versões mais exclusivas.


“A eiON foi concebida para ser uma fabricante brasileira de veículos elétricos, referência em soluções acessíveis e sustentáveis em mobilidade. De início, pretende atender resorts e locais voltados ao ecoturismo. Contudo, o carro também pode ser utilizado tanto na área urbana quanto na zona rural e no litoral”, explica um dos diretores da startup, Hélio Mitsuo Sugai.


Com tantas possibilidades de negócio que surgiram após a realização dos testes nos primeiros protótipos, o grupo de engenheiros de Curitiba responsável pelo projeto pensou em novas estratégias para dar vida ao produto, quando então foi concebida a startup eiON, que procurou apoio junto à Federação das Indústrias do Estado do Paraná – Sistema Fiep.


Assim, atualmente a eiON participa da Aceleradora Sistema FIEP. “Acreditamos que o veículo elétrico da eiON é um projeto muito importante para o país, por trabalhar com tecnologias disruptivas da atual revolução da mobilidade que o mundo está vivenciando”, argumenta João Bosco Faiad Militão, consultor do Sistema FIEP.


Ele também ressalta a criatividade do grupo de engenheiros da eiON, que pensou num buggy, que alia as ideias de mobilidade e diversão. “O conceito do buggy elétrico da eiON – associado a um estilo de vida sustentável – foi decisivo para receber a empresa em nossa Aceleradora. Estamos orgulhosos em poder apoiar a iniciativa para que o empreendimento ganhe escala e venha atender a todo o Brasil no menor prazo possível”, completa Militão.


Com base na informação de consultores que atuam neste nicho de mercado, a eiON estima que a demanda por buggies no país seja de mil unidades por ano. Além disso, também existe uma demanda internacional.


A produção do Buggy Power em escala comercial está prestes a ser iniciada. “O processo do desenvolvimento do veículo elétrico nacional seguiu o padrão globalmente adotado em processos de inovação, com a fabricação de um primeiro protótipo, normalmente chamado de protótipo alfa, seguido da industrialização de um protótipo beta, com diversos aprimoramentos e adaptações para produção em escala, e de um lote de veículos chamado de cabeça de série, que já está em processo de fabricação, com a estruturação de toda a cadeia produtiva”, afirma o diretor da startup Hélio Mitsuo Sugai.

29 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest