Urbs começa a credenciar aplicativos para EstaR eletrônico

Prefeitura quer colocar o sistema em funcionamento em fevereiro



A Urbanização de Curitiba iniciou o cadastramento dos aplicativos móveis para automatizar a utilização de vagas do Estacionamento Regulamentado (EstaR) na capital. O projeto é o último passo para a modernização do sistema, que conta hoje com 12.088 vagas tarifadas de estacionamento. A expectativa é que o EstaR eletrônico comece a funcionar na segunda metade de fevereiro.


Nessas vagas é obrigatório o uso do cartão de estacionamento - EstaR das 9h às 19h de segunda a sexta e aos sábados das 9h às 14h. O custo do serviço ainda será definido.


Os aplicativos homologados farão a intermediação da comercialização de créditos eletrônicos para utilização do EstaR nas vias, logradouros e áreas públicas, bem como a disponibilização da comercialização em pontos fixos de venda.


A documentação dos interessados está em fase de avaliação pela Urbs e a partir de fevereiro a Setran iniciará a substituição das placas de sinalização para o novo serviço.


Haverá uma fase de transição para que as pessoas se adaptem e troquem os cartões não utilizados por créditos do novo sistema, segundo Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbs.


“A tecnologia chega para facilitar a vida das pessoas, que poderão comprar os créditos por meio dos seus celulares sem ter que procurar por cartões de EstaR ou se sujeitar a pagar mais caro a pessoas não habilitadas para efetuar a venda, como os conhecidos flanelinhas”, disse Maia Neto.


O usuário poderá adquirir créditos de estacionamento em via pública pelos aplicativos e em estabelecimentos comerciais credenciados para fazer a venda. Serão pelo menos 50 pontos de venda fixos por aplicativo. Nas ruas onde não há pontos comerciais, está prevista, a critério das empresas homologadas, a instalação de totens para que pessoas também possam comprar por meio desses equipamentos.


O pagamento poderá ser feito, tanto em aplicativos quanto em pontos comerciais e nos totens, com o cartão de débito e crédito. Assim que pagar, será emitido o comprovante, dispensável sob o ponto de vista da fiscalização. “Os agentes de trânsito também irão trabalhar dentro de uma plataforma digital, que trará as informações sobre quais veículos estarão estacionados de forma regular e irregular”, explicou o presidente da Urbs.

20 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest