Número de assaltos em ônibus de Curitiba caiu 74%

Em 2019 foram registradas 794 ocorrências



O número de assaltos no transporte coletivo de Curitiba caiu 74% desde 2016 em Curitiba. Naquele ano, tinham sido registrados 3.111 assaltos. No ano passado, os casos somaram 794.


Os dados correspondem ao número de boletins de ocorrência registrados pelos cobradores e motoristas e acompanhados pela Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs). Os assaltos vêm caindo ano a ano. Em 2017, primeiro ano da gestão do prefeito Rafael Greca, foram 1.678. No ano seguinte, em 2018, 1.115 ocorrências. Somente em relação a 2018, houve queda de 28% nas ocorrências.


Em 2016, a média era de 8,5 assaltos por dia. No ano passado, a média estava em 2,18. Em 2016 foram R$ 490,7 mil de prejuízo com os assaltos. Em 2019, esse valor somou R$ 120 mil.


Ações da Guarda Municipal e colocação de novas câmeras de segurança nos ônibus têm contribuído para a queda nos assaltos, segundo o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto.


“A Guarda Municipal intensificou as operações no transporte coletivo e além disso, a presença de câmeras de monitoramento nos novos ônibus entregues desde 2017 reforçam a segurança”, disse o presidente da Urbs.


A frota do transporte coletivo vem sendo renovada desde dezembro de 2017. São 317 ônibus novos, todos equipados com câmeras, número que deve chegar a 450 em 2020.


Cada modelo de veículo tem um número de equipamentos suficiente para registrar toda movimentação do interior dos ônibus.


Nos biarticulados, por exemplo, são 8 câmeras em cada ônibus, e nos modelos comuns, mais curtos, 4 câmeras. As imagens ficam armazenadas no Centro de Controle e Operações da Urbs, à disposição das autoridades.


A Guarda Municipal desenvolve um trabalho específico para inibir diversos tipos de delitos por meio da Patrulha do Transporte Coletivo. Equipes fazem rondas, mantêm presença em estações-tubo e terminais e fazem operações estratégicas que incluem abordagem a pessoas dentro dos ônibus.


Só no ano passado foram reprimidas mais de 70 situações relacionadas à importunação sexual dentro de ônibus, com a condução dos suspeitos à delegacia, após acionamento da vítima ou de testemunhas, pelo telefone de emergência 153 da Guarda Municipal. Junto com repressão a danos, tentativas de invasão e roubos, foram atendidas 983 ocorrências na rede de transporte em 2019.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

23 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale