banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Expansão da economia criativa no Brasil incentiva empresa a criar software para o setor

O crescimento da economia criativa no país influenciou no desenvolvimento do software Precifico. A ferramenta calcula os valores dos produtos comercializados por empreendedores do setor.

A economia criativa consiste no conjunto de atividades econômicas em que a criatividade e os capitais intelectual e cultural contribuem para a geração de emprego e renda. Segundo o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), esse setor foi responsável por movimentar, no Brasil, R$ 155 bilhões, em 2015, o que representa 2,64% do Produto Interno Bruto (PIB).


De olho nessa tendência, o especialista em design Lucas Costa criou o software Precifico, que tem como objetivo ajudar os que atuam na economia criativa. Pela ferramenta, os produtores artesanais, por exemplo, podem encontrar rapidamente o preço justo dos serviços, sem a necessidade de fazer contas. "Temos muitas pessoas criativas no Brasil que possuem habilidades manuais e potencial para causar mudanças, mas além de incentivos financeiros faltam ferramentas para ajudar esse setor a crescer", comenta o criador da ferramenta.


O programa indica o valor sugerido para venda da mercadoria e o lucro a ser obtido com a venda de cada produto. Hoje, muitos clientes utilizam o Precifico para calcular o preço de venda de peças artesanais que englobam itens, como encadernação, cartonagem, costura criativa, saboaria, customização de santos, peças de crochê, queijos, doces e bolos.


Benefícios


O sistema oferece várias vantagens, como agilizar o cálculo e dar mais segurança aos empreendedores sobre os ganhos. Isso acontece porque todos os dados sobre os insumos (incluindo cola, tintas, papéis, molde de letras, tecidos, pedraria etc.) ficam salvos internamente no programa, disponível para usuários do Windows. Essas informações armazenadas podem ser reutilizadas no cálculo de produtos semelhantes, o que gera bastante economia de tempo.


O sistema também converte valores de forma automática. “Por exemplo, você comprou um insumo em quilos, mas usou algumas gramas na confecção de um produto. Nesse caso, o software calcula o valor exato das gramas usadas”, destacou o designer Lucas Costa.


O programa evita que o empreendedor use outras formas de precificação comumente difundida que podem causar prejuízo, como somar os gastos com materiais e dobrar o valor, usar a média entre valores de produtos semelhantes vendidos em e-commerces e, por último, multiplicar o valor gasto com materiais por três.


Clientes


Lançado em abril de 2016, o Precifico tem mais 480 clientes utilizando a versão paga. Há uma versão gratuita para experimentar o programa por 30 dias. A ferramenta se destaca pela praticidade, pois não exige realização de cálculos por parte dos usuários.


O sistema é bem avaliado pelos consumidores em virtude da facilidade de uso, rapidez nos cálculos e fornecimento de dados precisos sobre a margem de lucro, o que é fundamental para os empreendedores se manterem competitivos.


Há um suporte pós-venda que ajuda os clientes a instalar e utilizar o software, caso haja alguma dúvida. Também é fornecido um manual que explica todos os detalhes sobre o funcionamento do sistema.


Para adquirir o Precifico, é necessário acessar o site www.artecompapel.com. Qualquer dúvida sobre a ferramenta pode ser encaminhada para o e-mail contato@artecompapel.com

Fonte: dino.com.br

2 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest