Advogado que dirigia embriagado agride guarda municipal

Caso ocorreu no bairro Rebouças, na madrugada de sexta-feira



Um advogado foi preso após agredir um guarda municipal, no bairro Rebouças, em Curitiba, na madrugada desta sexta-feira (27). De acordo com a Polícia Civil, Leandro Saboia, de 37 anos, estava trafegando na contramão na Rua Alferes Poli, quando uma equipe da guarda o abordou. Em um vídeo gravado por um dos agentes, aparece o advogado dando um soco no guarda municipal.


"Como o condutor apresentava sinais de embriaguez, eu precisava oferecer o teste do etilômetro. Enquanto eu fazia o contato pelo rádio, pedindo apoio de viaturas e verificando quanto tempo o equipamento demoraria, foi o momento em que ele se aproximou e acabou desferindo um golpe no rosto", disse o guarda agredido Luciano Diniz.


Conforme a polícia, o carro do advogado Leandro Saboia estava com o licenciamento vencido. Ele foi levado para a Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) e, no local, segundo a polícia, ele quebrou uma barra de ferro de uma das celas e desacatou os policiais.


Saboia também foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito. Porém, conforme a polícia, ele se recusou a fazer e ainda xingou os funcionários.


"Inicialmente, ele foi enquadrado por embriaguez ao volante, resistência, desacato, lesão corporal e por dano ao patrimônio público. Ele [advogado] foi novamente interrogado e segundo ele os guardas municipais apresentaram comportamento agressivo e irônico, e por essa razão ele teria perdido o controle", explicou o delegado Edgar Santana.


De acordo com o delegado, os crimes somados passam de 11 anos de prisão. O advogado permanece preso e, segundo a polícia, ele tem passagens por perturbação de sossego e violência doméstica.


A defesa dele afirmou que não vai se manifestar sobre o caso até ter acesso a íntegra do que aconteceu.

Últimas Notícias