Reunião discute nova fase do projeto São José dos Pinhais

Município participa da força-tarefa do Ministério da Justiça e Segurança Pública


Foto: SESP

Representantes do Governo Federal estiveram, na tarde de quarta-feira (18), em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, para uma visita técnica com vistas à próxima fase do projeto-piloto da força-tarefa “Em Frente Brasil”.


O município está entre os cinco do Brasil que recebem o projeto-piloto da força-tarefa do Ministério da Justiça e Segurança Pública para combater a criminalidade. A primeira etapa foi de repressão qualificada. Nesta segunda, as áreas educação, saúde, justiça começam a elaboração das políticas de prevenção.


Em reunião com representantes do Governo do Estado e do município, na sede da Associação Empresarial de São José dos Pinhais, foram debatidas ações que serão iniciadas e os trabalhos que serão realizados de forma conjunta.


Após esse encontro, as áreas essenciais como educação, saúde e justiça começam a elaboração das políticas de prevenção e estruturação do plano. Uma nova reunião está agendada para janeiro, onde as ações serão analisadas de forma conjunta por todos os integrantes.


O representante do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Marcelo Moreno, explicou que esta primeira reunião foi preparatória para o início da realização do Plano Local de Segurança. “É neste plano que constarão as ações, tanto dos dez ministérios envolvidos no programa, quanto das secretarias estaduais e municipais.


“A primeira fase do programa, de repressão qualificada, tem surtido efeito positivo de redução em todos os cinco locais que abrigam projeto-piloto. Depois da realização dos diagnósticos, começamos a construção das ações de média e longa duração, de prevenção e intervenção de investimentos, para tentar não só baixar os índices criminais, mas também dar perenidade e sustentação com outras ações”, explicou Moreno.


ÍNDICES POSITIVOS - Para o coordenador operacional da força-tarefa do projeto “Em Frente Brasil” e comandante do 6º Comando Regional da Polícia Militar, coronel Nivaldo Marcelos da Silva, a próxima fase deve colaborar para que os índices positivos alcançados no início do projeto se mantenham estáveis.


“A fase I apresentou resultados como a redução de homicídios, furtos, roubos e outros crimes violentos. A grande expectativa é que esta próxima fase, que consiste na atuação de vários órgãos, colabore para que essa redução de indicadores se perdure no tempo””, afirmou. Ele ressaltou que o projeto tem surtido efeito e futuramente pode ser ampliado para outras cidades.


EM FRENTE BRASIL - O projeto-piloto da força-tarefa Em Frente Brasil em São José dos Pinhais é coordenado pelo Ministério da Justiça em conjunto com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná.


O projeto envolve a aplicação de efetivos da Força Nacional, em conjunto com as estadual e municipal para combater a criminalidade por meio de policiamento ostensivo e também de atividades de inclusão social. A iniciativa está em andamento desde o dia 30 de agosto em São José dos Pinhais e em outros cinco municípios brasileiros.


RESULTADOS - Desde o início dos trabalhos até o dia 8 de dezembro, em comparação com o mesmo período do ano passado, os homicídios caíram 33% (de 24 casos para 16) e os roubos em 26% (de 644 para 475).


Foram feitas 25.727 abordagens a pessoas e vistoria em 8,2 mil. As equipes prenderam 390 adultos e encaminharam 62 adolescentes. Houve ainda 107 veículos com alerta de furto ou roubo recuperados no período.


O trabalho ostensivo resultou na apreensão de 38 armas de fogo e de 454 munições de variados calibres, arsenal que poderia ser utilizado em centenas de crimes e foram evitados graças às apreensões.


PRESENÇAS - Estiveram presentes na reunião representantes dos Ministérios da Cidadania, Desenvolvimento Regional, da Educação e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Do Governo do Estado participaram representantes da Casa Civil, das secretarias de Planejamento e Projetos Estruturantes do Paraná e da Educação e do Esporte do Paraná, da Procuradoria-Geral do Estado; do Ministério Público; do Tribunal de Justiça.


Também participaram o perito Mariano Schaffka Netto, da Polícia Científica do Paraná; o secretário da Segurança de São José dos Pinhais, Fabiano Rosa; e o delegado da Delegacia de São José dos Pinhais, Michel Carvalho.



Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná.

22 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest