Goleiro agride mulher e São Paulo rescinde contrato

Jean está preso nos Estados Unidos



Horas depois da prisão do goleiro Jean nos EUA, acusado de agredir a esposa, o São Paulo decidiu pela rescisão de contrato do jogador – que era válido até dezembro de 2022.


A diretoria e os advogados do São Paulo querem o rompimento por justa causa, já que, segundo os dirigentes, Jean feriu a imagem e os valores do clube. O Tricolor também planeja publicar uma nota de repúdio às agressões. O goleiro foi contratado do Bahia no fim de 2017 e apresentado em 2018.


Jean agrediu a esposa Milena Benfica com oito socos e foi algemado pela polícia, de acordo com a declaração de prisão registrada pelo Xerife do Condado de Orange, na Florida. No registro, o policial responsável pela abordagem relata que Milena disse que os dois discutiram na madrugada desta quarta-feira no quarto do hotel onde estão hospedados em Orlando, e ela tentou acalmar Jean. Depois, os dois entraram no banheiro para discutir, mas uma das filhas quis ir para a cama.

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

19 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale