Ex-diretor geral do Detran é preso em operação do Gaeco

Marcelo Panizzi é investigado por irregularidades em edital



O ex-diretor-geral do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) Marcello Panizzi foi preso, na manhã de ontem, em uma operação que investiga irregularidades em um edital de credenciamento de empresas para o registro de financiamento. Panizzi foi diretor-geral do órgão de abril a dezembro de 2018. Em fevereiro de 2019, ele foi nomeado como diretor-geral da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).


A operação, conduzida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), também teve como alvos outros três servidores comissionados do Detran na época do lançamento do edital, em agosto de 2018, e um ex-assessor da Governadoria do Estado do Paraná. Os mandados são de prisão temporária, com validade de cinco dias prorrogáveis.


Segundo as investigações do Gaeco, o processo de credenciamento das empresas para o registro de financiamento foi manipulado para beneficiar uma das vencedoras – a Infosolo. “O conjunto de comportamentos indica que o edital do credenciamento já veio de fora. Os funcionários do Detran foram pressionados a mudar de visão para cumprir aquilo que já estava decidido”, afirmou o coordenador do Gaeco, Leonir Batisti.

21 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest