banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Ana Rebello lança romance delicado e profundo sobre triângulo amoroso

Livro “Quando o dia amanhece” explora as contradições existentes nas relações humanas



Ao acordar de um coma de quase vinte anos, um homem se vê dividido entre permanecer ao lado de sua mulher ou viver uma paixão tórrida interrompida bruscamente no passado. Essa é a história do livro Quando o dia amanhece, romance de Ana Rebello, advogada, Diretora Jurídica, mãe de dois filhos e agora escritora. Em meio a uma trama dinâmica de acontecimentos surpreendentes e inusitados, a história traz à tona discussões filosóficas sobre questões cotidianas.


Nas palavras da autora, "O livro fala do que é genuinamente humano, porque aborda questões comuns à maioria das pessoas como amizade, expectativas, entrega, decepção, culpa, medo, gratidão, amor e paixão. O livro narra o dilema de um homem que ao retornar do coma precisa decidir entre permanecer ao lado da mulher que cuidou dele por todos esses anos ou dar vazão à uma antiga paixão. A obra pretende dialogar com o leitor, levando-o a refletir sobre dilemas importantes, escolhas difíceis e suas inevitáveis consequências".


Ana, que sempre se interessou em ouvir e contar histórias, principalmente as que envolvem reflexões, teve grande influência de Pedro Almodóvar, cineasta espanhol, para escrever a obra. Ela escreveu uma história que, em sua concepção, ele pudesse gostar de produzir. "Quando o dia amanhece" é um livro que explora as contradições existentes nas relações humanas e mostra que o certo e o errado podem ser apenas uma questão de perspectiva, levando o leitor a fazer reflexões importantes sobre a vida.

https://www.autografia.com.br/produto/quando-o-dia-amanhece/

Fonte: dino.com.br

25 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest