Brittes é condenado a pagar pensão à filha de Daniel

Empresário é réu confesso do assassinato do ex-jogador



Edison Brittes, réu confesso do assassinato do jogador Daniel Corrêa, foi condenado a pagar a pensão alimentícia mensal de R$ 5 mil à filha dele, de dois anos e sete meses. A decisão é em carácter de liminar, mas deve ser cumprida desde já a partir de 10 de novembro. A defesa da Edison Brittes afirmou que ainda não foi comunicada desta decisão.


A defesa da família do jogador justificou a medida como necessária para garantir à criança o atendimento das necessidades básicas, uma vez que era Daniel quem provinha o sustento da filha antes da morte dele, em outubro do ano passado em uma estrada rural de São José dos Pinhais.


A decisão é da juíza Márcia Hübler Mosko, da 3ª Vara de São José dos Pinhais, na RMC, foi proferida na noite desta quarta-feira (16) e cabe recurso.

31 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest