EUA deixam Brasil de lado para a entrada na OCDE

Governo Trump preferiu indicar Argentina e Romênia para o grupo



Os Estados Unidos ainda não oficializaram o apoio à candidatura do Brasil para ingressar na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), priorizando Argentina e Romênia. O apoio americano ao ingresso do Brasil na OCDE foi um dos principais acordos anunciados durante a visita do presidente Jair Bolsonaro a Washington, em março.


A agência Bloomberg publicou ontem uma reportagem que afirma que o governo dos Estados Unidos teria desistido de apoiar a candidatura do Brasil, já que o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, enviou ao secretário geral da organização uma carta afirmando que não quer discutir uma maior ampliação do clube de países mais ricos. Ele só apoia as candidaturas da Romênia e da Argentina.


Consultado, o governo americano confirmou que no momento apoia Romênia e Argentina, mas afirmou que defende que o Brasil também entre na OCDE. “Apoiamos o aumento gradual no número de integrantes da OCDE e um convite ao Brasil, mas estamos trabalhando primeiro com a Argentina e a Romênia”, afirmou um alto funcionário da administração dos EUA.

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest