Acusado de matar fisiculturista vai a júri popular

Raphael teria assassinado Renata em 2015



O médico Raphael Suss Marques, acusado de matar a namorada fisiculturista Renata Muggiati, deve ir à júri popular. A decisão é da juíza Taís de Paula Scheer, desta quarta-feira, 9. Ele deverá responder perante o Tribunal do Júri pelos crimes de homicídio qualificado, lesão corporal e fraude processual.


A juíza Taís de Paula Scheer também determinou que Raphael Suss Marques continue preso preventivamente. O médico está preso desde fevereiro deste ano.


Renata morreu no dia 12 de setembro de 2015. Ela estava no 31º andar de um prédio no Centro de Curitiba, no apartamento do namorado. Ele é acusado de asfixiar e depois jogar o corpo da atleta pela janela do apartamento.

Últimas Notícias