banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Evento em São Paulo celebra diversidade e inclusão

A ONG Estou Refugiado promove no próximo dia 28 de setembro o 1º DiverZoom, um evento com objetivo de debater a questão da diversidade, trazendo palestrantes como Marina Silva; a diretora da Human Rights Watch no Brasil, Maria Laura Canineu; e Cid Torquato, secretário municipal da pessoa com deficiência de São Paulo

No dia 28 de setembro, das 10 às 15 horas, a Unibes Cultural transforma-se uma espécie de espelho, onde as pessoas poderão se olhar e olhar os outros, identificando semelhanças e diferenças reais, e a partir dessas constatações pensar em como construir um mundo melhor para todos.


Nesse dia, vai acontecer o 1º DiverZoom, um evento organizado pela ONG Estou Refugiado, com a colaboração de influenciadores digitais e membros da comunidade de refugiados e imigrantes no Brasil.


O objetivo é debater de forma mais transparente possível o tema diversidade. A atualidade da discussão é indiscutível, mas sua importância fica ainda mais clara depois da conclusão de um estudo realizado por dois pesquisadores espanhóis, Celia de Anca e Salvador Aragón: a diversidade é um dos principais fatores a partir dos quais as identidades das pessoas são construídas.


Em primeiro lugar, o estudo confirmou uma coisa que pode até parecer óbvia: diversidade significa coisas diferentes para pessoas diferentes. Mas ele foi mais longe e descobriu que há três tipos básicos de diversidade: diversidade demográfica (gênero, raça, orientação sexual, etc.), diversidade experiencial (nossas afinidades, hobbies e habilidades) e diversidade cognitiva (como abordamos os problemas e pensamos sobre as coisas).


Os pesquisadores fazem questão de lembrar que essas categorias servem apenas ao propósito de classificação; no mundo real, as diferenças entre essas categorias são bem mais fluidas. A diversidade é dinâmica. Por isso, os organizadores acreditam ser ainda mais necessária essa discussão -- ainda mais pertinente um evento como o DiverZoom. Participar dele certamente será útil para quem está buscando ampliar suas perspectivas.


Os palestrantes


Cid Torquato- Secretário Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Cid é advogado, formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.Secretário Adjunto da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo e conselheiro do CONADE - Conselho Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com. Autor de livros sobre Economia Digital e Comércio Eletrônico, escreveu Empreendedorismo sem Fronteiras - Um Excelente Caminho para Pessoas com Deficiência, após ficar tetraplégico em 2007.


Cris Guerra- Pioneira do empreendedorismo digital desde 2007 assim como publicitária premiada transformou em negócio o que o mercado enxergava como hobby: criou o primeiro blog de looks diários do Brasil, desconstruiu a percepção de moda como futilidade e trouxe um novo olhar sobre o comportamento humano, Cris escreve nas revistas Pais & Filhos e Vida Simples, apresenta a coluna "Inspiração", na Rádio BandNews FM (BH), e é autora de 6 livros, 3 dos quais best-sellers. Ela também viaja o Brasil palestrando sobre comportamento, estratégia e criatividade.


Marina Silva é professora, ambientalista e política brasileira. Formada em História, tem especialização em Psicopedagogia e Teoria Psicanalítica. É Doutora Honoris Causa pela Universidade Federal da Bahia e pela Academia Chinesa de Silvicultura. Em quase 30 anos de vida pública, ganhou reconhecimento dentro e fora do país pela defesa ao meio ambiente, das comunidades tradicionais e pelo desenvolvimento sustentável com justiça socioambiental.Foi escolhida como a mulher do ano pelo Financial Times Magazine em 2004 e figurou em 2008 na lista do Jornal britânico The Guardian entre as 50 pessoas que podem salvar o planeta.É fundadora e porta-voz do partido Rede Sustentabilidade e atua também como professora associada da Fundação Dom Cabral.


Kenia Maria - Escritora, ativista, atua há mais de 20 anos no combate ao racismo e ao machismo. Ela integrou blocos afro e trabalhou com meninas vítimas de violência. Hoje, além de youtuber, Kenia é defensora na ONU Mulheres. Em 2018, foi escolhida para integrar a lista dos 100 negros mais influentes do mundo, segundo o Mipad, a premiação mundial para afrodescendentes.


Refugiados contam suas histórias


Além disso, haverá um painel, mediado por Luciana Capobianco, diretora executiva da ONG Estou Refugiado, com a participação de três refugiados, que contarão suas histórias de vida. Relatos interessantes, inspiradores, imperdíveis. São eles: Alphonse Nyembo, congolês de 33 anos, que está no Brasil desde 2013, Luê, venezuelano de 38 anos, que está no Brasil desde 2013, e Lara Elizabeth Baptista Sequeira Lopes, moçambicana de 35 anos, que está no Brasil desde 2013.


Ao final do evento, está programado um pocket show com a cantora e compositora Bárbara Eugênia. Niteroiense radicada em São Paulo, Bárbara já fez shows em todo o Brasil e também na Europa. Tem composições em vários filmes, como O Cheiro do Ralo, de Heitor Dhalia, e Reza a Lenda, de Homero Olivetto, e em novelas da TV Globo, como Velho Chico. Em 2013, ganhou um Prêmio Multishow por sua versão da música Por Que Brigamos?


Conheça a ONG Estou Refugiado


A ONG Estou Refugiado nasceu em 2015 a partir da convicção de que a questão dos refugiados estava envolvida em uma densa nuvem de desinformação e preconceito. Daí, surgiu o lema do movimento: "o preconceito acaba quando a compreensão começa". A ONG trabalha a partir de duas abordagens: o que se chama "advocacy", ou seja, a representação correta da realidade dos refugiados, através de comunicação digital - website e redes sociais -, eventos e ferramentas interativas, e a atuação junto a empresas para abrir espaço no mercado de trabalho formal para esse enorme e necessitado contingente de pessoas. Saiba mais em estourefugiado.com.br


1º DiverZoom

Local: Unibes Cultural, Rua Oscar Freire, 2500, Sumarezinho, São Paulo (ao lado da estação Sumaré do Metrô)

Data: 28/9/2019- sábado

Horário: 10 às 15 horas

https://www.sympla.com.br/diverzoom__632024

Ingressos: R$ 90,00 + R$ 14,00 de taxa e meia R$ 45,00 +R$ 7,00 http://estourefugiado.com.br

Fonte: dino.com.br

2 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest