Governo avalia alíquota de 0,4% para saques e depósitos

Imposto seria aplicado sobre pagamentos, como à antiga CPMF



O secretário da Receita Federal, Marcelo de Sousa Silva, apresentou ontem (10) as alíquotas que o governo estuda aplicar no imposto sobre pagamentos. Essa novo tributo é comparado à antiga Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Conforme Sousa Silva, cada saque ou depósito em dinheiro poderá ser taxado com alíquota de 0,40%. Já operações de débito e crédito seriam aplicadas a alíquota de 0,20%.


A proposta foi divulgada na realização do Fórum Nacional Tributário, feitopelo SIndifisco Nacional.


A intenção da equipe econômica do governo é que o tributo sobre pagamentos substitua gradualmente a contribuição de empresas sobre salários na folha de pagamento, a Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) e, ainda, o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

25 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale