banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Câmara aprova tarifa diferenciada e bilhete único

Mudanças no transporte coletivo agora dependem da Prefeitura



Em primeiro turno unânime, com 29 votos, a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou, ontem, a inclusão do bilhete único e da tarifa variável (diferenciada), em determinados horários e trajetos. Autor do projeto, pronto para a análise do plenário desde maio de 2017, Bruno Pessuti (PSD) defendeu que a ideia é aumentar o número de usuários do sistema. A apresentação do substitutivo, explicou, foi debatida com o Executivo, que em junho passado havia apresentado uma proposição semelhante.


“Um dia, temos a esperança que esteja disponível em toda a cidade de Curitiba”, apontou Pessuti, sobre o bilhete único. Em tal sistema, o usuário adquire uma espécie de “assinatura”, válida por um período de tempo - mensal, semanal ou diária, por exemplo. Dentro desse intervalo, pode embarcar e desembarcar quantas vezes quiser, independentemente de estações-tubo ou terminais. “Obviamente de iríamos precisar de melhorias no sistema de segurança, como a biometria, para evitar fraudes”, ponderou o autor.


“Outras cidades no Brasil e do mundo fazem [o bilhete [único]”, afirmou. Quanto à tarifa com valor diferenciado, fora dos horários de pico, o vereador disse que a ideia também foi proposta na CPI do Transporte Coletivo da CMC, em 2013, da qual foi relator.

28 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest