banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Fifa determina uso do VAR apenas para erros claros

Decisão é recado para o que tem acontecido no Brasil



Na última semana, a FIFA emitiu uma Circular que determinou o uso do VAR exclusivamente para "erros claros, óbvios e manifestos". O objetivo da medida é diminuir o excesso de aparições do VAR, o que tem gerado muita reclamação quanto ao impacto da ferramenta na dinâmica dos jogos.


Alguns árbitros viraram reféns do VAR. E não é só no Brasileirão. Na Libertadores, por exemplo, no gol do Internacional contra o Flamengo (veja no vídeo), a partida ficou interrompida por 5 minutos por causa de um possível impedimento que nunca existiu! Na teoria, o VAR deveria ser usado só nos erros claros e óbvios, mas, na prática, não é bem assim que funciona.


A ideia era dar ao árbitro uma "segunda chance" de analisar o lance ou ajudar o árbitro a convencer os jogadores de uma decisão muito contestada. A FIFA quer agora acabar com essa prática, porque está ferindo o princípio do VAR de "mínima interferência e máximo benefício". Gera uma falta de critério na atuação do árbitro de vídeo.


A interferência do VAR no Brasileirão ainda é muito alta quando comparada a outras ligas importantes. Conforme dados da CBF, foram 69 mudanças de decisão em 139 jogos, o que equivale a 1 erro a cada 2 jogos. Na primeira temporada do VAR na Serie A da Itália (2017/18), esse índice foi de 1 mudança de decisão a cada 3,2 jogos, igual ao da Copa do Mundo da Rússia. Na liga espanhola, que utilizou o VAR pela primeira vez na temporada passada, o índice também foi parecido: 1 mudança de decisão a cada 3,1 jogos.


A pergunta que a Comissão de Arbitragem da CBF certamente estará se fazendo é: são os árbitros de campo que estão errando muito ou é o VAR que está entrando demais no jogo? Os dois! Se a Comissão de Arbitragem da CBF decidir seguir à risca a nova Circular, o VAR deixará de ser intervencionista e passará a ser coadjuvante.


Mas para que o VAR interfira menos no jogo e seja mais rápido e eficiente na análise dos vídeos, que é o objetivo da Circular, são necessárias duas coisas:

Os árbitros de campo precisam acertar mais, principalmente em lances dentro da área penal.

28 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest