Macron sugere “status internacional” para a Amazônia

Presidente francês disse que assunto “precisa ser discutido”



Em meio à recente troca de acusações entre os governos de Brasil e França, o presidente francês, Emmanuel Macron, comentou ontem que foi questionado sobre a possibilidade de definir um “status internacional” para a Amazônia. Ele disse considerar que esse pode ser o caso se um “Estado soberano” tomar de “maneira clara e concreta medidas que se opõem ao interesse de todo o planeta”.


“A verdade é que associações, ONGs e atores internacionais, inclusive jurídicos, questionaram em diversos anos se era possível definir um status internacional para a Amazônia”, afirmou Macron. “Isso não está na discussão das iniciativas apresentadas hoje. É realmente uma questão que se coloca: se um Estado soberano tomasse de maneira clara e concreta medidas que se opõem ao interesse de todo o planeta? Então, aí haveria todo um trabalho jurídico e político a ser feito”, disse Macron.


O presidente francês afirmou ainda que “ele [Bolsonaro] deseja ser respeitado como ator nesse jogo, mas acredito que ele tem consciência desse tema – em todo caso, eu prefiro ter essa esperança. Não é hoje que vamos decidir nada sobre isso, mas é um tema que permanece aberto e continuará a prosperar, nos próximos meses e anos. Nós vemos a natureza... A importância é tão grande na questão climática que não se pode dizer que ‘é apenas o meu problema’”, concluiu.

29 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest