Macron convoca G7 para discutir incêndios na Amazônia

Presidente da França disse que situação é de emergência



O presidente da França, Emmanuel Macron, disse nesta quinta-feira (22) em post no Twitter que a cúpula do G7 precisa discutir os incêndios na Amazônia. O encontro está previsto para este fim de semana, em Biarritz, no sudoeste francês. O presidente Jair Bolsonaro rebateu o comentário do francês algumas horas depois, dizendo que ele "evoca mentalidade colonialista descabida no século XXI".


"Nossa casa queima. Literalmente. A Amazônia, o pulmão de nosso planeta, que produz 20% de nosso oxigênio, arde em chamas. É uma crise internacional", escreveu.


"Lamento que o presidente Macron busque instrumentalizar uma questão interna do Brasil e de outros países amazônicos para ganhos políticos pessoais", respondeu Bolsonaro, também pelo Twitter. "O tom sensacionalista com que se refere à Amazônia (apelando até para fotos falsas) não contribui em nada para a solução do problema", acrescentou o presidente brasileiro.

20 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest