banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

STF veta transferência de Lula para Tremembé

Ministros não concordaram com decisão da Justiça do Paraná



A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na tarde desta quarta-feira (7) vetar a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o presídio de Tremembé, no Interior de São Paulo, o que havia sido autorizado pela manhã pela Justiça Federal em Curitiba. Lula está preso desde 7 de abril de 2018 em uma cela especial na sede da PF na capital paranaense.


O ministro Edson Fachin atendeu ao pedido da defesa do ex-presidente e suspendeu a transferência. Fachin concedeu uma liminar, durante a sessão plenária da corte nesta quarta (7), para impedir a transferência ou, caso ocorra, para que Lula vá para uma Sala de Estado Maior — em razão de sua condição de ex-presidente da República.


Em seguida, o plenário do STF começou a votar se referenda ou derruba a liminar de Fachin. A maioria dos ministros do tribunal já votou acompanhando o ministro, o que já define que a transferência de Lula para a penitenciária de Tremembé, no interior paulista, está suspensa.


A análise entrou às pressas na pauta do plenário nesta tarde porque o presidente da corte, ministro Dias Toffoli, apresentou a petição de Lula para ser julgada imediatamente — no jargão jurídico, o magistrado levou o caso em mesa.

30 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest